Comprar um imóvel é, em geral, a maior aquisição que uma pessoa vai fazer na vida. E é algo que precisa ser bem pensado. Especialmente em termos financeiros. Você precisa colocar tudo na balança, avaliar o que vai te dar mais patrimônio no futuro e se perguntar: devo alugar ou comprar um imóvel? Vale mais a pena fazer a locação de uma casa ou um apartamento equivalente e investir o dinheiro em uma aplicação?

As respostas para essas perguntas estão no seu momento de vida, nas suas finanças e nos planos que você pretende fazer para o futuro.

Planos de vida

Segundo especialistas, no geral, ter uma casa compensa financeiramente se você tiver planos de morar, no mínimo, por seis anos nela. Caso o seu momento de vida demande um lugar pra viver por um período menor, alugar pode ser uma boa opção pra você. 

“Pra levar isso em consideração, é preciso comparar o custo de comprar um imóvel e de vendê-lo no futuro contra o valor do aluguel e o rendimento dos seus investimentos. O que a gente tem visto recentemente é que essa comparação tem mudado em favor de comprar um imóvel, com a redução dos juros de financiamento, de um lado, e a queda de rendimento em aplicações de renda fixa”, avalia Vicente Batista, Gerente de Produto da área de Compra e Venda do QuintoAndar. 

E há também as questões que, não necessariamente, estão ligadas à parte financeira. Vale a pena, por exemplo, você se questionar sobre seus planos de vida a médio e longo prazo. 

Será que você tem vontade de morar pro resto da vida naquele bairro ou gostaria, no futuro, de estar numa outra região? Você tem planos de se mudar pro exterior em algum momento? Ou mesmo pra uma outra cidade? Dentro do seu planejamento familiar, por exemplo, o imóvel que você pretende comprar comporta a chegada dos filhos, caso planeje ter?

Essas são apenas algumas perguntas que valem a pena serem levadas em consideração.

Retorno financeiro de alugar ou comprar imóvel

Mas não se preocupe! Por mais que algumas perguntas sobre o seu momento de vida possam te desencorajar por um momento, saiba que nenhum plano pro futuro é excludente pra quem tem o sonho de comprar um imóvel.

Até porque, caso você não tenha planos de viver toda sua vida na mesma casa ou apartamento, o simples fato de ter um imóvel torna-se um fator de segurança e também uma fonte de renda com aluguel ou, caso necessária, uma revenda.

Por isso, na hora de comprar um imóvel, leve em consideração, também, as possibilidades de valorização do seu bem e pense na liquidez. Ou seja, se um dia você precisar alugar ou mesmo vender, terá mais facilidade e uma maior rentabilidade se o imóvel tiver características entre as mais buscadas, como ter pelo menos dois quartos em um bairro com boas oportunidades de transporte, por exemplo.

Perfil

Mas nem todos os fatores são financeiros, como aponta Vicente. De acordo com o gerente do QuintoAndar, muita gente vê na compra de um imóvel a realização de um sonho.

“Muitos têm essa ideia de poder construir um lar mais perene e ter liberdade de reformar o imóvel como desejar. Assim como tem gente que não gosta de criar raízes, que viaja muito e gosta de morar em vários lugares diferentes. Pra essas pessoas, a preferência acaba sendo a o aluguel”, diz Vicente.

A decisão de comprar ou alugar um imóvel, portanto, é muito individual e depende do perfil de cada pessoa. Passando por questões que vão da parte financeira a análises sobre o momento de vida. 

Mas se você quiser ter, pelo menos, alguma ideia do quanto gastaria em um financiamento imobiliário, pra comparar se vale mais a pena comprar ou alugar, faça a conta em nossa calculadora, feita em parceria com o portal Finanças Femininas.