Tem quem diga que a vida começa aos 40. Outros dizem que é aos 50 ou aos 60. Seja como for, a partir do momento em que se vive de verdade e intensamente, a idade não importa, não é mesmo? Pois pra belorizontina Symone Mota, aposentada, divorciada e cheia de energia e vitalidade na flor de seus 60 anos, a vida acontece cercada de amigos e família. E boa parte dela se passa em um bairro específico, onde nasceu e foi criada. Dona de um apartamento no Lourdes em BH, ela nos conta um pouco sobre a região onde mora e também sobre o seu dia a dia, em mais uma matéria de nossa série “Meu Bairro”.

Sua rotina como aposentada, no fim das contas, não saiu muito como planejada, uma vez que a pandemia de Covid-19 atrapalhou boa parte dos planos. Mas Symone toca a vida de acordo com o que é possível no momento. E aguarda com ansiedade a possibilidade de voltar a fazer tudo o que gosta, inclusive dar vazão a uma de suas maiores paixões: o Carnaval.

Symone participa de diversos blocos do Carnaval de Belo Horizonte, como Faraó, Batuque Coletivo e Coração Leviano. Tanto na bateria quanto em alas de cantores, sempre em posse de um megafone estilizado. 

Em casa com os filhos

Ela mora com seus dois filhos, um de 30 e outro de 32 anos, além de seu cocker spaniel Freddie. E recentemente precisou passar a dar mais atenção para a mãe.

“Atualmente tenho uma rotina simples, sem muitas opções, pois estou cumprindo os protocolos da pandemia. Acordo cedo, faço o café da manhã, meus filhos estão trabalhando em home office, então tudo tem que acontecer de forma rápida e sincronizada, pois os dois tomam banho antes de começarem a trabalhar. Logo depois começa o trabalho como dona de casa e filha, pois minha mãe ficou viúva recentemente e está muito assustada e carente. Tem dias que faço comida em casa, outros não, pois aqui por perto tem muitos restaurantes. Então dá pra variar. Enfim, nada do que havia planejado quando aposentei e imaginei que iria passar mais tempo na praia do que aqui”, conta Symone.

Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar
Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar Conheça aqui

O bairro de Lourdes

A relação com o bairro de Lourdes vem de toda a vida. Ao longo de seus 60 anos, Symone passou apenas cinco deles morando em outro bairro, o Santo Antonio, que ainda assim faz fronteira com sua região de origem, do outro lado da Avenida do Contorno. 

“Logo depois do meu casamento, fomos morar em um apartamento no alto do bairro Santo Antônio. Era um apartamento novo e muito bom, típico para recém-casados, pois só tinha dois quartos. Morei lá por cinco anos. Mas quando meu filho nasceu, resolvemos mudar”, lembra a aposentada. 

Em foto que ilustra matéria sobre apartamento no Lourdes em BH, moradora do bairro Symone Mota aparece fantasiada em um bloco de Carnaval

O apartamento no Lourdes em BH

A mudança foi para um apartamento no Lourdes em BH, onde Symone mora até hoje. Um imóvel próprio, comprado em 1990.

“Meu apartamento é bem típico da região. Fica no terceiro andar, é antigo e tem cômodos relativamente grandes. São 130 metros quadrados para três quartos, sendo uma suite, uma sala para três ambientes, cozinha e área de serviço, com mais um quartinho completo de serviços nos fundos”, descreve Symone.

A necessidade de um quarto a mais por conta do nascimento do filho fez Symone querer sair do apartamento onde morava no Santo Antonio. Mas a escolha pelo retorno ao Lourdes se deu por outros motivos. 

“O principal motivo foi a proximidade da casa dos meus pais e pelo fato de ter nascido e sido criada aqui no bairro de Lourdes. Tudo fica mais familiar pra mim”, conta Symone.  

Mudanças no apê com a pandemia

Durante a pandemia, foi obrigada a passar muito mais tempo em casa. Inclusive deixando de receber os amigos e parentes. Justamente por isso, Symone sentiu necessidade de fazer algumas mudanças no apartamento.

“Gosto muito do meu apartamento. Ele tem tudo o que preciso, sem exageros. Quando veio a pandemia, fiz uma mudança na sala de visita, que passou a ter mais conforto nos móveis e aparelhagem para assistir a bons shows e filmes. Deixou de ser uma típica sala de visitas para se adequar à necessidade de se ter lazer dentro de casa”, revela a aposentada. 

Relação com o bairro de Lourdes

Symone diz que tem com o bairro de Lourdes uma relação “de amor, carinho e cuidado”. “Aqui, estou em casa”, afirma a aposentada.

No bairro, ela tem acesso fácil a inúmeras opções de lazer, comércios e serviços, como restaurantes, bancos, padarias, lanchonetes. Além disso, shopping, clube e praças do bairro estão entre os principais de Belo Horizonte.

Lourdes: localização

Em matéria sobre apartamento Lourdes BH, foto mostra fachadas de prédios do bairro ao entardecer.
A luz de um final de tarde nos prédios do bairro de Lourdes (Foto: Shutterstock)

Localizado na Região Centro-Sul, o bairro de Lourdes fica dentro dos limites da Avenida do Contorno, no coração de Belo Horizonte, onde a cidade começou a se desenvolver. E faz fronteira com outros bairros importantes, como:

  • Centro;
  • Boa Viagem;
  • Savassi;
  • Santo Agostinho;
  • Barro Preto.

Além disso, do outro lado da Avenida do Contorno, também fica próximo de bairros como:

  • Santo Antonio;
  • São Pedro;
  • Gutierrez;
  • Cidade Jardim

Mobilidade no bairro de Lourdes

Para os padrões de Belo Horizonte, cidade conhecida por suas ruas íngremes em diversos pontos, o Lourdes é um bairro bom para quem gosta de andar a pé, pois a maioria de suas ruas são planas. E Symone usa e abusa desse privilégio.

Sem metrô por perto, o bairro é bem servido de linhas de ônibus, mas Symone prefere outras formas de transporte: “Tenho um ponto de táxi excelente na esquina de casa. Além disso, tenho carro e uso muito os serviços de aplicativos”, diz a aposentada.

No entanto, nem tudo são flores. E Symone aproveita para reclamar da prefeitura de Belo Horizonte: “Não posso estacionar na porta da minha casa porque sou multada. Acho isso um absurdo. Um completo desrespeito da prefeitura com o cidadão que paga o IPTU mais caro da cidade”, diz Symone.

Ruas movimentadas

Do alto do terceiro andar de seu apartamento no Lourdes em BH, Symone confessa que também dispensaria o barulho, que acha um pouco excessivo depois dos horários considerados normais. O Lourdes é um bairro com muitos bares e restaurantes. E, portanto, com uma vida noturna mais agitada.

Mesmo assim, ela gosta de uma certo nível de agitação que o bairro de Lourdes oferece:

“A minha rua é extremamente movimentada. E eu, gosto muito disso. Sou urbanoide. Como tem muitos bares e restaurantes, por aqui é movimentada a semana inteira”, diz.

Apesar das ruas movimentadas, Symone não deixa de levar seu cocker spaniel Freddie para passear. 

“Saio com ele todos os dias. Ou melhor, costumo dizer que a condição pra morar no bairro Lourdes é ter um cachorro”, brinca a aposentada.

Foto que ilustra matéria sobre apartamento Lourdes BH mostra o cachorro de uma moradora do bairro
Freddie, o cocker spaniel de Symone

Esportes, lazer e vida ao ar livre no Lourdes

Para quem gosta de praticar esportes e de atividades ao ar livre, o bairro oferece boas opções. Na verdade, algumas das melhores de Belo Horizonte:

  • Praça da Liberdade: “uma das praças mais bonitas e conhecidas da cidade”. Além de toda a beleza da praça, com seus chafarizes, imponentes palmeiras e um simpático coreto, os arredores estão repletos de atrações culturais, que você vê mais abaixo neste artigo;
  • Praça da Assembléia: outra grande praça da região, tem boa parte do seu território no bairro Santo Agostinho, mas tem um de seus lados voltados para a Avenida Olegário Maciel, onde faz fronteira com o Lourdes. E, portanto, também é do Lourdes de direito. Tem um belo projeto paisagístico de Burle Marx e é a segunda maior praça da cidade, atrás apenas da Praça do Papa. 
  • Praça Marília de Dirceu: localizada entre as ruas Curitiba, Felipe dos Santos e Marília de Dirceu, “é uma outra muito simpática da região”;
  • Minas Tênis Clube: “temos um dos melhores clubes do Brasil no Lourdes, que é a Unidade I do Minas Tênis Clube. 

Cultura no Lourdes 

Belo Horizonte foi uma cidade planejada para ser a capital de Minas Gerais – papel cumprido anteriormente por Ouro Preto. E a Praça da Liberdade foi escolhida para ser o centro administrativo do governo do estado. E justamente nos arredores dela estão algumas das opções culturais mais cultuadas de Belo Horizonte, como:

Opções culturais no circuito da Praça da Liberdade

  • Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB);
  • Memorial Minas Gerais Vale;
  • MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal;
  • Espaço do Conhecimento da UFMG;
  • Casa FIAT de Cultura;
  • Casa Funarte Liberdade;
  • Museu Mineiro;
  • Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais
  • Museu Mineiro
  • Centro de Arte Popular
  • BDMG Cultural
  • Espaço Cultural da Escola de Design UEMG

Além disso, a praça da Liberdade ainda conta com duas joias arquitetônicas de diferentes estilos e épocas de Belo Horizonte: o Palácio da Liberdade (1898), antiga sede do governo de Minas Gerais, e o Edifício Niemeyer (1955).

Compras no Lourdes

O bairro conta com muito comércio de rua e supermercados. Mas o principal centro de compras para que mora no Lourdes é o Diamond Mall. Inaugurado em 1996, o shopping conta com mais de 230 lojas, de marcas nacionais e internacionais, além de praça de alimentação, salas de cinema da rede Cinemark e uma unidade do supermercado Verdemar.

Foto do Diamond Mall em matéria sobre apartamento lourdes BH

Bares e restaurantes no Lourdes

Ter um apartamento no Lourdes em BH é estar perto de algumas das melhores opções gastronômicas da cidade. Inclusive, é no bairro que se encontra, a poucos metros de onde Symone mora, o restaurante do chef mais famoso da cidade: Léo Paixão, um dos apresentadores do programa Mestres do Sabor, da TV Globo. 

Veja algumas dicas de Symone com os melhores restaurantes e bares da região:

Melhores bares e restaurantes do bairro de Lourdes

  • Glouton: restaurante aberto em 2012 pelo chef Léo Paixão, que rapidamente se tornou um dos melhores da cidade; 
  • Udon: referência em BH no quesito culinária oriental;
  • Benvindo: pequeno restaurante com ares de bistrô e menu autoral
  • Boi de Lourdes: especializado em cortes nobres de carne servidos na chapa;
  • Bar do Lopes: tradicional boteco de esquina com mesas na calçada, um ponto adorado pelos moradores do bairro;
  • Tip Top: restaurante fundado em 1929, no Centro de BH, mudou-se pro Lourdes em 1971 e por lá ficou. Um lugar conhecido por quem gosta de culinária alemã;
  • Armazém Medeiros: bar e restaurante com comida típica mineira, carnes nobres e petiscos, além de chope, cervejas de garrafa e carta de cachaças.
  • OssO –  Mind the bones: parrilla do chef Djalma Victor, que traz em seu menu carnes nobres, como wagyu ou angus, além de cortes suínos e também pratos com polvo.

Um convite ao bairro de Lourdes

Symone resume o bairro de Lourdes como um lugar acolhedor. E que, apesar da grande quantidade de prédios novos, ainda conserva a tradição de acolhimento e hospitalidade das famílias mineiras.

E dá um conselho pra quem busca um lugar pra morar em Belo Horizonte: “Se você é urbanoide, gosta de praticidade, tolera bem o ruído externo, venha! O Lourdes tem tudo o que você precisa”, finaliza Symone.

Apartamento no Lourdes em BH

Imobiliária digital líder em aluguéis residenciais no Brasil, o QuintoAndar tem uma grande oferta de imóveis pra alugar e pra comprar em Belo Horizonte. Está em busca de um apartamento no Lourdes em BH para morar? Então dá uma olhada nas nossas ofertas de imóveis: