Lá onde eu moro: veja como é a vida no bairro do Bixiga

Lígia é moradora da região e contou o que torna o bairro tão especial para ela

Lá onde eu moro: veja como é a vida no bairro do Bixiga

Você sabia que um dos bairros mais tradicionais de São Paulo não é oficialmente um bairro? Pelo menos não de acordo com a divisão administrativa do município. Localizado no distrito da Bela Vista, o Bixiga é uma das áreas mais famosas da cidade. Mas não é um bairro. Pois sabe quem liga pra isso? Ninguém! Quem mora no bairro do Bixiga – vamos combinar de chamar assim, né? – é bairrista até dizer chega. E ama, frequenta e defende a vizinhança com unhas e dentes. 

É o caso da atriz e dramaturga Lígia Souto, que se apaixonou perdidamente pelo Bixiga e se mudou de mala e cuia da Zona Leste, onde vivia. Ela conta o que torna a região tão legal pra se morar. E traz dicas imperdíveis de lugares nesse que é um dos mais tradicionais redutos tanto italiano quanto cultural da Capital Paulista.

“Eu me apresentava numa peça na Rua Santo Amaro. E foi aí que a minha relação com o Bixiga começou, entre 2015 e 2016. Eu estudava dramaturgia de manhã no Centro e esperava o horário da peça ou dos ensaios dando voltas pelo bairro ou sentada nas praças por aqui”, lembra Lígia.

Busque imóveis pra alugar no bairro do Bixiga pelo QuintoAndar

Conhecido principalmente por suas tradicionais cantinas italianas, o bairro do Bixiga é um dos mais seguros de São Paulo. E é também um grande polo cultural, pois e conta com alguns dos principais teatros da cidade, como o Oficina, por exemplo. E foi justamente o meio teatral o grande fio condutor de sua mudança pro bairro.

“Antes da peça que fiz aqui, eu já tinha vindo ao bairro pra ir no Oficina, que fica na rua Jaceguai. Ou seja, o começo da minha relação com o bairro sempre teve alguma ligação com o teatro”, conclui a atriz, que criou um grupo no Facebook, chamado “Bixigas e Belas Vistas”

Aos 27 anos, ela mora atualmente com sua cadelinha Yoko, num apartamento de um quarto na região. E ambas vivem recebendo amigos em casa.

Dá uma olhada nas dicas que a Lígia listou, com seus lugares preferidos no Bixiga: 

Al Janiah

“Polo de resistência e cultura no bairro, fica na Rui Barbosa e é um lugar culturalmente incrível, cheio de comidas e atrações culturais”.

Café Sabelucha

“Um café bem tradicional e famoso do bairro, conhecido por gente de toda parte da cidade. Os donos são muito gente boa, o café é muito bom, os salgados e canolis são incríveis e a vibe é de puro amor. Lugar bem gostoso de passar tempo e trocar ideias”.

Sabelucha, no bairro do Bixiga

Edifício Viadutos

“Aqui a minha brisa é um pouco diferente. Esse prédio é na minha opinião o mais bonito da cidade e, às vezes, eu fico sentada ali na praça General Craveiro Lopes só pra ficar olhando pra ele. O prédio fica bem na entrada do bairro do Bixiga e é como se sinalizasse um portal pra dentro do bairro. Foi um dos prédios projetados pelo Artacho Jurado e é o prédio mais lindo de São Paulo pra mim, onde sinto que cheguei em casa. Bom pra levar cachorro ou só ir pensar na vida”.

Bairro do Bixiga - Edifício Viadutos

Brechós e antiquários

“No bairro existem muuuuuitos brechós e antiquários e pra mim se tornou normal comprar quase tudo pra casa nesses lugares, como o JMS antiguidades. Garimpar pelo bairro é uma coisa que faço bastante e me dá paz”.

Casa de amigos

“Entre os lugares que mais gosto e mais frequento no bairro estão as casas dos meus vizinhos e amigos. Este é um bairro repleto de artistas dos mais diversos tipos como o meu amigo, o artista plástico Robinho Santana”.

Bairro do Bixiga - Casa de amigos

AP32

“Temos na Rua Santo Antônio, um apartamento de portas abertas para ensaios e apresentações, a proposta é fazer teatro em apartamento e abrir as portas de casa para artistas e grupos que praticam teatro ou para quem tiver interesse em assistir teatro em outros formatos”.

Cidades