Só quem tem cachorro em apartamento sabe: nem sempre o cão é o melhor amigo do homem! Para uma convivência pacífica com tutores, vizinhos e funcionários, é preciso se dedicar aos cuidados com o pet.

O amor pelos bichinhos faz com que o Brasil seja o segundo país do mundo com o maior número de animais de estimação — por aqui, segundo o IBGE, existem mais pets do que crianças.

Os cães são a paixão nacional: existem 55,2 milhões de cachorros de estimação. Prova disso é que seus tutores gastam, em média, R$ 224,60 mensalmente para cuidar dos peludos, de acordo com levantamento divulgado pela Ame. 

Quase metade (46,1%) dos domicílios possuem pelo menos um cachorro, ainda segundo o IBGE. Por isso, ao buscar um apartamento para morar, inquilinos e compradores buscam um lugar que comporte também estes verdadeiros membros da família. 

A possibilidade de ter cachorro em apartamento se tornou um diferencial no mercado imobiliário e aqui você vai saber tudo sobre os direitos e deveres desses moradores de quatro patas. 

Por aqui, você vai encontrar:

É possível ter cachorro em apartamento?

cãozinho deitado na caminha em um apartamento, brincando com um bichinho de pelúcia colorido

Mais do que possível, é completamente permitido criar cachorro em apartamento!

A Constituição Federal, em seu Art. 5º, XXII e Art. 170º, II, assegura o direito a manter animais de estimação dentro de casas e apartamentos, desde que eles não atrapalhem nem coloquem em risco a vida de outras pessoas. 

Nenhum síndico ou condomínio pode proibir cachorros em apartamento. Até mesmo o STJ (Supremo Tribunal de Justiça) já se posicionou a favor dos pets e seus tutores. 

No entanto, no caso do aluguel, como o proprietário pode determinar o uso que o convém do imóvel, valendo a regra geral dos dos contratos privados, ele tem a opção de proibir a locação a quem tiver um animal de estimação
Por outro lado, ao abrir as portas do apartamento para os pets, o locador vai atrair mais interessados ao imóvel.

Quer se mudar para um lugar incrível? Procure seu novo lar na maior imobiliária digital do país e alugue sem fiador Pesquisar imóvel

Proibição de animais nas áreas comuns do condomínio

Impedir esse acesso a certas áreas comuns com os pets fere o direito de ir e vir, respaldado pela Constituição. Logo, desde que o pet não represente risco aos vizinhos e funcionários, ele pode transitar por todos os espaços.
Os condomínios podem, entretanto, regulamentar a passagem e permanência dos pets em seus regimentos. O que estiver determinado nas regulamentações deve ser seguido pelos tutores.

O que é necessário para ter um cachorro no apartamento?

De forma geral, os animais de estimação precisam de poucos itens para serem felizes. Basta um pouco de alimento, água e muito amor e carinho!

duas mulheres sentadas em uma cama rindo com um cãozinho olhando para elas

O kit básico que o tutor precisará ter à disposição para o pet é composto de:

  • Alimento (ração, petiscos e alimentos naturais);
  • Água;
  • Vasilhas para comer e beber;
  • Tapete higiênico e/ou jornais;
  • Brinquedos;
  • Caminha e cobertor;
  • Guia e coleira;
  • Shampoo, condicionador e toalha (se optar por dar banho em casa);
  • Escova para pelos;
  • Redes de proteção (em alguns casos).

O ideal é criar um cantinho para o cachorro em apartamento, onde ele se sinta confortável, fique protegido do sol e da chuva e tenha todos os itens básicos para o seu bem-estar. A área de serviço, varanda gourmet ou a sala são bons locais para tal. Lembre-se: caso esteja morando em apartamento ou casas altas, é indispensável manter todas as janelas com rede de segurança para garantir que seu pet fique seguro.

Além disso, o animal de estimação precisará contar com um veterinário de confiança e manter a carteirinha de vacinação, vermífugos e anti parasitas sempre em dia.

Leia mais: Lei do Silêncio: veja todos os seus Direitos e Deveres

Qual o cão ideal para apartamento?

Quando pensamos em animais ideais para apartamentos, a primeira coisa que vem à mente é aquele pet que não vai latir e incomodar os vizinhos. Mas, na realidade, sabemos que todo cachorro late. 

Até existe uma previsão em lei quanto ao latido ou barulhos de animais em apartamento. Ela prevê sanções a tutores quando há latidos exagerados provocados pelo próprio tutor ou quando ele não tenta amenizar o som.

Na maioria dos casos, problemas com latidos de cães são resolvidos com algumas aulas de adestramento. 
O cão ideal para apartamento, neste caso, são todos eles. O que importa, aqui, são donos dedicados em ajudá-los a manter hábitos que não prejudiquem o bem-estar dos vizinhos. Mas, sabemos também que é difícil manter o controle dos pets. Por isso, é importante ter paciência e muito amor com seu bichinho!

Leia também: Como escolher o anfitrião ideal para meu cachorro

SOS do xixi

Acertar o local do xixi é um dos maiores desafios dos tutores caninos. Nos condomínios, não faltam relatos de urina que cai na varanda do vizinho, de xixi no playground das crianças e de se deparar com aquela poça no elevador!

Com bom senso, um pouco de paciência e muitos carinhos e petiscos, você nunca mais terá problemas com o xixi do seu pet. 

Onde colocar o banheiro do cachorro no apartamento

Escolha um local distante da comida, água e cama do seu cão, e, de preferência, que não seja muito movimentado. Uma boa circulação de ar ou a presença de plantas pode fazer a diferença para evitar fortes odores. 

Um cantinho da área de serviço ou da varanda são as melhores opções. Na ausência deles, um cômodo sem uso ou até mesmo o box do banheiro podem fazer as vezes de banheiro pet. 

Como ensinar o cachorro a fazer as necessidades no tapete higiênico

Se o seu pet ainda for um filhote, forre o local adequado para as necessidades com alguns tapetinhos. Assim que ele comer, leve-o ao espaço e espere ele defecar e urinar. Com o passar dos dias, ele vai se acostumando com o local e você pode reduzir a área protegida.

Agora, no caso de um pet adulto que acabou de chegar ao seu lar, ou se você se mudou para uma casa nova, o ideal é colocar de imediato o tapete no ambiente adequado. Se ele já está habituado a fazer as necessidades sobre o tapete higiênico, ele vai procurá-lo naturalmente. 

Outra dica é ficar atento aos comportamentos caninos. Quando eles estão apertados, eles ficam inquietos e cheirando o chão. Coloque-o no espaço adequado e faça companhia a ele até que ele consiga se aliviar. 

Meu cachorro só faz as necessidades na rua

cachorro branco e caramelo passeando na rua com alguém segurando a coleira

A principal vantagem de ter um pet que está acostumado com a textura do asfalto ou da grama para fazer xixi e cocô é que a sua casa ficará limpa e cheirosa por mais tempo!

Se essa for a realidade do seu pet, programe-se para fazer, no mínimo, três passeios diários com o pet, especialmente após as refeições. 

No entanto, é interessante ter um espaço dentro do apartamento onde o cão possa fazer as necessidades caso, por algum motivo, não seja possível sair com ele. Trocar o jornal ou tapete higiênico por grama sintética pode ser uma boa solução para incentivar esses pets a usar o banheiro. 

O que fazer para o cachorro parar de urinar nas coisas

Existem produtos específicos que ajudam a afastar o pet de determinados locais e atraí-lo para outros, como os educadores sanitários e repelentes. 

São opções totalmente seguras para os pets e que não incomodam os moradores, visto que somente o olfato aguçado dos animais consegue perceber algum cheiro. 

Também vale a pena ficar atento à rotina do seu pet. Se ele costuma urinar logo após o jantar, leve-o para o banheiro na sequência, evitando que ele suje a casa. Com o tempo, isso se tornará rotina e seu pet irá ao banheiro por conta própria.

Se um acidente acontecer, faça a limpeza rapidamente com produtos que removem os odores do xixi, assim o cão não se sentirá atraído a voltar àquele lugar na hora do aperto. 

Gato e cachorro juntos em apartamento

gato saindo da caixinha com malas ao fundo

Se você já é um expert, sabe como criar um cachorro em um apartamento e quer aumentar a família de animaizinhos, uma alternativa é adotar um gatinho. 

Os gatos são ótimos pets para apartamentos pois, na maioria das vezes, eles não são tão ativos quanto os cães, podendo ter uma excelente qualidade de vida mesmo em ambientes pequenos, desde que tenham à disposição cuidados básicos.

Como acostumar cachorro com gato

Apesar da rixa entre cães e gatos ser famosa, estamos falando de animais que, ao longo do tempo, passaram por um processo de domesticação, fazendo com que a convivência entre ambos seja possível. 

Para facilitar a integração, procure introduzir o bichano à família enquanto o cachorro ainda for filhote. Assim, eles terão uma relação muito mais amigável.

Se não for possível, faça a integração aos poucos, em um ambiente tranquilo, expondo-os de forma supervisionada em diferentes momentos do dia, prestando atenção às reações. Usar técnicas de reforço positivo com o cão pode facilitar na aceitação do felino.

cãozinho e gatinho comendo comida em vasilha compartilhada em um apartamento

Conforme as reações e interações se tornarem neutras, você pode começar a interagir e brincar com eles.

Se precisar, contrate um adestrador. Em poucas aulas, a convivência entre seu gato e seu cãozinho no apartamento definitivamente será mais amistosa. 

Agora, se precisar de um novo lar para você, o cônjuge, o cão, o gato, os filhos e quem mais fizer parte da sua família, venha buscar um apartamento ou casa no QuintoAndar, a maior imobiliária totalmente digital do país!

Desde 2013, revolucionamos o mercado imobiliário com um processo mais rápido e sem burocracias para a locação e compra de imóveis em mais de 40 cidades brasileiras.

Podemos ajudar você a garantir um lar adequado graças aos 66 filtros de busca que possuímos, facilitando aos tutores caninos encontrar um local onde o melhor amigo do homem será bem-vindo! Aliás, que tal conferir alguns locais pet-friendly para você, nas principais cidades do Brasil?

A cidade maravilhosa, com lugares incríveis para morar

Trabalhar ou viver: os melhores locais de São Paulo


Comida mineira? Temos. Apartamentos pet-friendly? Também!


Por aqui você encontra locais lindos para viver:


A capital paranaense na sua mão:

Veja também: