Casa QuintoAndar

É indiscutível que a nossa casa se tornou o ponto central da nossa existência. É nela que nos protegemos, recebemos pessoas queridas, trabalhamos e fazemos planos.
 
Pensando nisso, escolhemos um espaço grande e versátil para criar a Casa QuintoAndar, um ambiente que está recebendo artistas e influenciadores para demonstrarem a relação que as pessoas têm com suas moradias.
 
Saiba mais sobre a transformação da casa e acompanhe as ações que acontecem por lá!

Transformando um imóvel em lar

A nova decoração da casa conceito foi feita em uma semana e cada cantinho foi pensado para tornar o ambiente confortável e cheio de personalidade.

Afinal, morar bem tem tudo a ver com a forma que você cria cada espaço de acordo com a sua história.

Inclusive, um dos cantinhos de destaque é na suíte master, que conta com uma vitrola para que a Pabllo Vittar, primeira moradora da Casa QuintoAndar, possa explorar ainda mais sua relação com a música.

Confira nas galerias da página e no vídeo a seguir mais detalhes sobre cada cômodo!

Como aconteceu a transformação

A Casa QuintoAndar teve a sua decoração completamente transformada pelo olhar da Patrícia Pomerantzeff, da Doma ArquiteturaO imóvel conta com hall de entrada, sala de estar e jantar integradas, cozinha, uma suíte master e outras três suítes, garagem, sala de TV, salão de jogos com academia e um jardim externo com área de piscina.

Por que ela? Além de ter o maior canal de arquitetura no YouTube, a Patrícia faz questão de tornar mais acessível contar com uma ajuda especializada na hora de decorar o seu lar, disponibilizando vídeos sobre dicas econômicas, entre muitos outros, com uma linguagem leve e simples. Ou seja, se você tem uma área gourmet pequena e quer dar aquela incrementada, ela também pode te ajudar!

Veja mais fotos da nova decoração

Casa QuintoAndar: salas cozinha e lavabo
Casa QuintoAndar: salas cozinha e lavabo
Casa QuintoAndar: quartos
Casa QuintoAndar: quartos
Casa QuintoAndar: área de lazer
Casa QuintoAndar: área de lazer

Criatividade e ousadia

Aconchego. É isso que faz com que uma casa se torne um lar para Patrícia. E nada mais aconchegante do que reunir os amigos e a família para criar boas memórias, não é mesmo?

Foi pensando nisso que a arquiteta responsável pelo projeto da Casa QuintoAndar transformou os ambientes aqui, e deixou a dica: para ter uma casa linda e bem decorada sem gastar muito, é preciso criatividade e ousadia! 

Leia a seguir o bate-papo que tivemos com ela para saber mais sobre como foi transformar uma casa para receber a Pabllo Vittar.

Desafios me encantam, acredito que isso me fez aceitar o convite do QuintoAndar. O prazo definitivamente foi a maior dificuldade – 1 semana para transformar uma casa de 800m² não é nada fácil! Mas posso dizer que o maior desafio foi criar um projeto completo e pensar no conceito com unidade para toda a casa em menos de 24 horas. Uau! Conseguimos!

Buscamos trabalhar com muitas cores, cada cômodo tem uma composição bem vibrante, cheia de personalidade, assim como ela. A diversidade dos móveis também faz referência à Pabllo: a sala é um ótimo exemplo, onde temos 4 sofás no mesmo ambiente, completamente diferentes um do outro, com estilos e materiais que se valorizam pela variedade. Colocamos vitrolas e radinhos de mão espalhados pela casa, para Pabllo dançar e cantar sempre, em todo lugar!

A suíte master! Um quarto enorme com mais de 100m², onde apostamos em pequenas áreas aconchegantes, como o espaço do spa, com banheira e penteadeira, um home office acolhedor, uma saleta de TV e a varanda na área externa. É uma suíte completa!

 

Foi também o cômodo mais desafiador, justamente por sua área gigantesca. Fazer com que um espaço tão grande pudesse ser aconchegante foi um desafio enorme.

COMO ERA

Uma casa de 800m² que estava disponível no QuintoAndar

Que tal dar uma espiadinha em como eram esses ambientes antes da transformação?

Se você gostou da transformação que a Doma Arquitetura fez nesse espaço, e sonha em encontrar algo parecido, temos uma novidade: com o QuintoAndar, maior imobiliária digital da América Latina, você encontra inúmeras opções de casa ou apartamento mobiliado para alugar.

Estamos presentes nas principais cidades para morar no Brasil e facilitamos todos os trâmites durante a sua busca pelo imóvel dos sonhos. Por aqui, até o seu contrato de aluguel é feito de maneira online e descomplicada.

Chef Helena Rizzo celebra de fim ano com convidados

Depois de um longo período de muitos desafios, as famílias e amigos que se sentem seguros e à vontade voltam a se reencontrar para celebrar o final do ano com o que têm de mais importante: suas histórias.

E foi pensando nisso que convidamos a chef de cozinha Helena Rizzo, que acumula títulos como o de melhor chef mulher do mundo no ranking 50 Best de 2014 da revista inglesa Restaurant, para preparar ceias natalinas com a participação de famílias de celebridades e influencers na Casa QuintoAndar 👩‍🍳

Primeiro episódio: Família OG
Segundo episódio: Pati, da Doma Arquitetura, e os meninos do Diva Depressão
Terceiro episódio: Cleo e Fiuk
Quarto episódio: Em breve

Chef Helena Rizzo recebe família OG na Casa QuintoAndar

Confira o primeiro episódio de Reencontros de Fim de Ano com a família OG, composta pelas irmãs Thainara e Ludmila e a mãe Antonieta, e prepare o caderninho para anotar as receitas que elas preparam a seguir!

2 folhas de bananeira branqueadas no fogo
1 filé de peixe (robalo) de aprox. 600g
Pimenta de cheiro cortada em rodelas com semente
2 sacos de sal grosso – ou o suficiente para cobrir todo o peixe
Sal fino

Modo de preparo:
Pré-aqueça o forno a 180°C;
Tempere o peixe com sal fino e embrulhe na folha de bananeira de modo que não se veja mais o peixe;
Coloque num refratário e cubra com sal grosso de modo que não se veja mais a folha de bananeira que está envolvendo o peixe;
Com as mãos, umedeça levemente a crosta de sal e leve ao forno por mais ou menos 30

2 bananas da terra cortadas em cubos de 1,5 cm (aprox.)
250g de farinha de mandioca torrada
90g de manteiga
2 col de sopa de azeite
50g de castanha do Pará ralada
Sal

Modo de preparo:
Leve ao fogo uma frigideira anti aderente;
Quando aquecer o fundo, acrescente o azeite, conte até 10 e coloque as bananas cortadas em cubos;
Certifique-se de que a frigideira é grande o suficiente para que os cubos fiquem todos em contato com o fundo da frigideira, e não embolados uns por cima dos outros. A intenção é que a gente doure levemente esses cubos. Então, não fique cutucando os cubos, espere que façam uma crosta dourada para mexê-los e fazer a mesma crosta dos outros lados. Atingido esse ponto, retire do fogo e coloque os cubos em um recipiente;
Numa outra frigideira (um pouco mais funda) vamos fazer a farofa: leve a frigideira ao fogo baixo e derreta a manteiga;
Depois, junte a farinha e misture até que toda a farinha esteja envolvida na manteiga;
Siga em fogo baixo mexendo sempre até incorporar a manteiga na farinha e ajuste o sal.

O segredo da farofa é cozinhar em fogo baixo, mexendo para que não queime até que a farinha fique bem crocante. Quando isso acontecer, junte a banana e, na sequência, a castanha ralada. Cozinhe por mais 3 min, até que a castanha solte seu aroma. Retire do fogo e reserve

1 xícara de chá de folhas e flores de vinagreira
Água
Tigela com gelo

Modo de preparo:
Numa panela com água fervente, coloque a vinagreira e deixe cozinhar por cerca de 1 min;
Reserve essa água da panela que fica rosada, pois vamos usar essa água no preparo do risoto;
Retire a vinagreira da água quente e mergulhe numa tigela com água e gelo, para resfriar e retirar as folhas do gelo;
Escorra bem, apertando com as mãos para tirar o excesso de água, pique grosseiramente com a faca e reserve.

Vinagreira já branqueada e picada
200 ml de água da vinagreira
1L de caldo de frango (compre pronto, caldos artesanais e não instantâneos)
1 cebola picada
50g de manteiga
200g parmesão ralado
300g de arroz arbóreo
1 xícara de chá de vinho branco

Modo de preparo:
No fogão, manter a água de vinagreira e o caldo de frango aquecidos nas panelas;
Em outra panela coloque 1 colher de sopa de manteiga e refogue a cebola em fogo baixo até que ela fique transparente;
Acrescente o arroz e misture até que os grãos estejam envolvidos com a manteiga e, na sequência, acrescente o vinho branco, mexendo até evaporar;
Acrescente a vinagreira picada e misture. Vá colocando concha a concha tanto o caldo de frango quanto a água de vinagreira para cozinhar o arroz. Esse processo deve ser repetido até que os grãos estejam cozidos (al dente – tem que ter textura mas não deve ficar grudando no dente);
Uma vez que o grão atingir esse ponto, desligue o fogo, acrescente o parmesão e mexa bem até que o queijo desapareça;
Por último, acrescente o restante da manteiga e mexa bem, até incorporar;
Finalize com a pimenta do reino moída na hora e sirva!

1 manga verde
2 tomate firmes
1 cebola roxa pequena
Coentro
2 pimentas de cheiro
2 col (sopa) vinagre de mel
2 col (sopa) azeite extra virgem
Sal e pimenta do reino

Modo de preparo:
Descasque a manga, corte em cubos pequenos e reserve;
Corte a cebola roxa em cubos pequenos e reserve também;
Descasque os tomates (com descascador de legumes), tire as sementes, corte em cubos pequenos e reserve;
Corte as pimentas ao meio, retire as sementes, pique bem pequeno e reserve;
Pique o coentro e coloque todos os ingredientes picados num recipiente fundo, juntando o vinagre de mel, o azeite, ajustando sal e pimenta do reino.

Chef Helena Rizzo recebe Pati, da Doma Arquitetura, e os meninos do Diva Depressão na Casa QuintoAndar

No segundo episódio de Reencontros de Fim de Ano, quem botou a mão na massa com a chef foram os youtubers Edu e Fih, do canal Diva Depressão. Confira quais foram os pratos!

3 lombos de cordeiros limpos
Sal
Pimenta do reino

Modo de preparo:
Pré-aqueça o forno a 200°C;
Tempere os lombos com sal e pimenta e deixar em temperatura ambiente;
Leve ao fogo uma frigideira anti aderente de fundo grosso e aqueça bem;
Coloque os lombos na frigideira com o lado da gordura para baixo, deixe a gordura dourar e começar a derreter. Neste processo, é importante ficar de olho na temperatura, a gordura não pode queimar, ela deve dourar e derreter um pouco. Assim que isso acontecer, pode virar os lombos na frigideira para dourar os outros lados dele;
Uma vez todos os lados dourados, desligue o fogo e coloque os lombos numa assadeira, com a gordura para cima e leve ao forno pré aquecido por aproximadamente 15 minutos;
Retire do forno e deixe descansar por mais 15 min.

2 kg de osso de cordeiro (peça no mercado)
2 und de cebola cortada em cubos grandes
1 cenoura cortada em pedaços grandes
1 alho poró cortado em pedaços grandes
½ maço pequeno de tomilho
½ xícara de azeite

Modo de preparo:
Numa assadeira grande, coloque os ossos e leve ao forno a 180°C até que fiquem dourados. Não pode queimar, pois isso amarga o caldo;
Enquanto isso, numa panela grande coloque o azeite, leve ao fogo e refogue bem os legumes, acrescente os ossos já dourados e cubra com água;
Aumente o fogo até que o líquido ferva, junte o tomilho e abaixe o fogo imediatamente;
Deixe cozinhar por 6 horas destampado, sem ferver muito;
Desligue o fogo, deixe o caldo esfriar e coe;
Leve o caldo à geladeira até a gordura decantar na superfície. Quando isso acontecer, é só retirar essa gordura e descartar;
Depois, volte o caldo para a panela, deixe em fogo médio até reduzir pela metade, ficando mais escuro e mais espesso, e reserve.

50g cerejas frescas
100g de echalote (cebola pérola)
200ml caldo de cordeiro reduzido
3 ramos de tomilho

Modo de preparo:
Corte as cerejas ao meio, retire as sementes e reserve na geladeira;
Cozinhe as echalotes inteiras em água até que fiquem macias (mais ou menos 20 min);
Depois disso, escorra a água e resfrie as echalotes;
Com as mãos, vá descascando as echalotes ficando apenas com a parte do meio que tem um formato de gota;
Na hora de servir, esquente uma frigideira antiaderente e coloque um fio de azeite;
Leve ao fogo para esquentar um pouco e coloque as echalotes descascadas inteiras até dourarem levemente;
Despeje o caldo de cordeiro nessa panela e deixe esquentar bem. Adicione as cerejas, mexa bem e sirva imediatamente. Adicione o tomilho na finalização.

500g bulgur seco
2L de água
Suco e raspas de 1 limão siciliano
40 ml azeite

Modo de preparo:
Leve uma panela média com água e sal para ferver;
Despeje o bulgur seco e cozinhe por 1 minuto aproximadamente, ou até ficar macio
Escorra e resfrie o bulgur. Assim que estiver frio, tempere o bulgur com o azeite, suco e raspas de limão e sal.
Finalização bulgur:
250 g de bulgur hidratado
30g uva passa branca
30g uva passa preta
30g de castanha de caju picada
30g castanha do Pará picada
30 damasco picado grosseiramente
Sal
Mix de ervas: cerefólio, hortelã, coentro, salsinha ou outras que você tenha em casa

Modo de preparo:
Leve ao fogo uma frigideira funda e, quando aquecer, junte as castanhas, salteando até que fiquem levemente douradas;
Neste momento, acrescente o bulgur e as frutas secas;
Ajuste o sal e mexa até que os ingredientes se misturem e que o bulgur esteja quente;
Desligue o fogo e reserve;
Pique delicadamente o mix de ervas que você tiver e incorpore no bulgur. Sirva imediatamente!

4 cenouras laranjas
4 cenouras roxas
4 cenouras amarelas
Sal
2 col sopa azeite
20g gergelim tostado
50g coalhada seca

Modo de preparo:
Pré-aqueça o forno a 180°C;
Lave as cenouras e limpe com uma bucha de cozinha nova para tirar toda a terra, preservando a casca;
Cozinhe as cenouras em água com sal por 5 minutos, aproximadamente, e resfrie em água com gelo;
Num refratário, espalhe as cenouras já frias, de modo que fiquem uma do lado da outra e não uma por cima da outra;
Tempere com sal e azeite, cubra com papel alumínio e leve ao forno por 15 min. Mexa de vez em quando para que todos os lados fiquem dourados;
Retire do forno, finalize com o gergelim torrado, e coloque gotas de coalhada seca para comer junto com a cenoura.

Chef Helena Rizzo recebe Cleo e Fiuk e fazem uma receita vegana

Para fechar os Reencontros de Fim de Ano com chave de ouro, ceia em família! Com os irmãos Cleo & Fiuk. Confira os pratos!

Rendimento – 1 panela de 4l

Para o caldo da moqueca:
800g cebola
100g alho
280g pimentão amarelo
280g pimentão vermelho
280g pimentão verde
600g tomate maduro
20g pimenta dedo de moça
15g pimenta de cheiro
200 ml tucupi (opcional)
800ml leite de coco
120ml azeite de dendê
2 L caldo de legumes*
60g de coentro
Sal

Modo de preparo do caldo:
Cortar em rodelas grossas (aprox. 1,5cm) a cebola, os pimentões e o tomate. Amassar os dentes alho com a lateral da faca, com casca e tudo, somente para que ele “abra”.

Cortar a pimenta dedo de moça ao meio e retirar as sementes.

Numa panela grande (5L) acrescentar o dendê e levar ao fogo, junte o alho com o dendê ainda frio, deixe aquecer até que o alho comece a cheirar (não pode dourar o alho). Juntar os pimentões, e refogar (não pode dourar), juntar as cebolas e refogar.
Neste momento, colocar um pouco de sal nos legumes refogados.

Em seguida juntar os tomates e pimenta dedo de moça, ajuste o sal novamente.

Enquanto isso, numa outra panela, ferva o leite de coco. Quando os legumes estiverem “murchado”, colocar o leite de coco fervido, o caldo de legumes e o tucupi (opcional).

Mantenha a panela em fogo alto até que o líquido comece a ferver, depois, abaixe o fogo e cozinhe por aprox. 40 min. Prove o caldo e ajuste o sal caso necessário.

Desligar o fogo, e juntar o coentro rasgado com as mãos e as pimentas de cheiro, inteiras mesmo.
Tampar a panela e deixar descansar por 15 min – esse tempo é para que o coentro e a pimenta soltem seus aromas no caldo.

Coar o caldo, esmagando bem os legumes na peneira para que soltem seus sabores. Reservar o caldo.

(para 4L de caldo)

3 kg de batata doce amarela
3 kg de coração de palmito pupunha
1 kg de tomate cereja
1 kg de quiabo
300 g de lascas de coco fresco
2 kg de caju fresco
500 g de coentro desfolhado
Azeite
Sal
1L óleo vegetal

Modo de preparo:

Envolva o palmito e a batata doce em papel alumínio e asse-os em forno a 180° graus durante 30 minutos ou até estarem com o centro macio. Deixe esfriar, corte em fatias grossas (3 cm), depois grelhe os legumes em uma panela quente com azeite e sal. Reserve.

Em uma panela média, esquente 1L de óleo vegetal. Quando o óleo esquentar a 170°C, coloque os tomatinhos por 10 seg e retire do óleo, imediatamente coloque numa tigela com gelo e agua. Retire a pele dos tomates e reserve-os.

Corte os quiabos ao meio, no sentido do comprimento e grelhe em panela quente com azeite e sal. Confira se o quiabo foi cozido na parte de cima e, se houver necessidade, vire do outro lado e deixe grelhar também. Reserve.

Corte o caju em cubos médios de aprox. 3×3 cm e reserve-os.

Para finalizar, esquente o caldo da moqueca, adicione todos os legumes e deixe esquentar. Sirva quente e finalize com as lascas de coco fresco e com o coentro desfolhado.

200g de arroz de jasmin
240 ml de água
80ml de leite de coco
Sal

Modo de preparo:

Numa panela junte a água e o leite de coco e leve ao fogo para ferver. Ajuste o sal, prove o caldo para saber se está com sal suficiente.

Numa outra panela, coloque o arroz e leve ao fogo, mexa sempre para não grudar no fundo. O arroz só precisa aquecer. Quando todos os grãos estiverem quentes, coloque a mistura fervente de agua com o leite de coco na panela do arroz, abaixe o fogo e cozinhe por aproximadamente 10 min.
Desligue o fogo e reserve

500g de farinha de mandioca torrada
80g de alho picado
100g de manteiga vegana
120g de castanha do Pará ralada
Sal

Modo de preparo:

Numa frigideira coloque a manteiga, leve ao fogo baixo até derreter. Na sequencia coloque o alho, e mexa até que ele solte seu aroma, e nesse momento coloque a farinha.

Siga em fogo baixo mexendo sempre até incorporar a manteiga na farinha. Ajuste o sal
O segredo da farofa é cozinhar em fogo baixo, mexendo para que não queime até que a farinha fique bem crocante. Quando isso acontecer, junte a castanha ralada, cozinha por mais 5 min, até que a castanha solte seu aroma.
Retire do fogo e reserve.

O ESPAÇO DA PABLLO VITTAR

Artista incrível, casa com personalidade

Para inaugurar a Casa QuintoAndar, queríamos alguém que trouxesse personalidade e criatividade para o espaço. E quem melhor do que Pabllo Vittar? A artista morou (!!!) na casa durante o mês e usufruiu de cada cantinho.

“Fiquei muito animada com a possibilidade de mostrar todas as minhas versões como artista dentro um lugar que acolherá muito bem todas essas facetas. Afinal, será a minha casa, o meu cantinho. Nesse espaço, vou poder trabalhar, ensaiar, mas também descansar e tirar uns dias para assistir séries. Vai ser incrível poder mostrar para todo mundo o meu jeito de morar bem”, conta a artista.

Casa QuintoAndar: salas cozinha e lavabo Casa QuintoAndar: quartos Casa QuintoAndar: área de lazer