Do alto do 21º andar de um prédio no Centro de Porto Alegre, o jornalista e professor universitário Daniel Pedroso consegue ter uma visão privilegiada de 180º da cidade, de frente para alguns dos pontos mais importantes da Capital Gaúcha. E foi justamente a vista do janelão da sala que o motivou a comprar, em 2003, o apartamento onde mora desde então. 

Daniel é o primeiro personagem de uma série de matérias que você verá por aqui chamada “Meu Bairro”, na qual moradores de diversas cidades atendidas pelo QuintoAndar no Brasil irão mostrar o que há de melhor nas regiões onde moram. 

“A vista foi a primeira coisa que me chamou atenção. Do meu apartamento, vejo a cidade de frente. E nos fundos ainda consigo ver o Rio Guaíba e a Usina do Gasômetro. Moro em um prédio construído nos anos de 1950, com ares modernistas”, conta.

Estrutura do apartamento

Além da vista, o apartamento em Porto Alegre é bem amplo com 150m². Tem dois quartos, sendo que a suíte tem uma sacada, e três banheiros. Depois de uma reforma, Daniel integrou a cozinha, um cômodo de serviço, o terceiro quarto e a sala. O antigo quarto virou a sala de jantar e ele ainda tem um espaço para o home office. 

As mudanças no apê e a decoração levam a assinatura do arquiteto Juarez Cruz. 

Em casa com a pandemia

Jornalista, mestre e doutor em Comunicação, Daniel é professor dos cursos de Jornalismo e Realização Audiovisual da Unisinos e professor orientador do Núcleo de vídeo da Agência Experimental de Comunicação (Agexcom), também da Unisinos.

Solteiro e sem filhos, Daniel mora sozinho e tem o desenho e a pintura em aquarela como hobbies. E como gosta muito de cozinhar, curte bastante ficar em casa e receber amigos.

Com a pandemia, ficou praticamente todo o tempo em casa, trabalhando a distância. E o fato de morar no lugar onde mora foi fundamental para ele enfrentar os dias de isolamento.

“Me senti muito bem, tenho uma orientação solar leste, nordeste e oeste. O Sol dá uma volta em todo apartamento durante o dia. Tenho janelas bem amplas e tenho a cidade dentro de casa”, revela Daniel.

Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar
Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar Conheça aqui

Paixão antiga pelo Centro de Porto Alegre

Mas não foram apenas a vista e a excelente estrutura do prédio e do apartamento que atraíram Daniel. A localização também teve uma participação importante no seu processo de decisão pela compra do apê. Aos 51 anos de idade, ele tem um namoro antigo com o Centro, que virou casamento em 2003.

“É a terceira vez que moro no Centro. Na primeira vez, morei por um ano na Rua dos Andradas, em frente à Casa de Cultura Mário Quintana. Depois, me mudei para a Rua Duque de Caxias, onde morei por quatro anos. Depois fui morar no bairro Bonfim. E em 2003 voltei para o Centro Histórico”, relata o jornalista.

Ele considera o Centro uma das partes mais charmosas de Porto Alegre. E além das belezas arquitetônicas de prédios históricos e antigos, a região ainda oferece muitas facilidades a seus moradores. 

“No centro tem tudo. Moro na Avenida Borges de Medeiros e tenho vários serviços à disposição. É perto de muitos museus. Existe, inclusive, um circuito de museus. Talvez seja muito movimentado durante o dia. Mas como moro em um andar alto, não escuto muito o barulho da cidade”, afirma Daniel.

Points preferidos

O jornalista elegeu seus três lugares favoritos no Centro de Porto Alegre:

  • Largo dos Açorianos: é onde está localizado o Monumento aos Açorianos e a Antiga Ponte de Pedra;
  • Orla do Guaíba: um dos lugares mais privilegiados do Brasil para se admirar o pôr do sol;
  • Praça Marechal Deodoro: popularmente conhecida como Praça da Matriz, concentra prédios importantes, como o Palácio Piratini (sede do governo do estado) e a Assembléia do Estado, além da Catedral Metropolitana e do Teatro São Pedro.
  • Mercado Público: um centro de abastecimento no coração da cidade. Inaugurado em 1869, sobre o primeiro aterro da cidade, conta com 106 estabelecimentos com um mix diferenciado de atividades.

Tranquilidade e segurança

Caminhar pelas ruas, em sua maioria planas, é uma de suas atividades favoritas no bairro que, segundo ele, guarda algumas semelhanças com Montevidéu, capital do Uruguai.

“No inverno de Porto Alegre, temos uma luz linda. Se o dia for ensolarado e estiver frio, me sinto muito bem”, diz o professor. 

Apesar de ser um bairro grande de em uma cidade grande, Daniel afirma que se sente seguro pelo Centro, apesar de procurar “ficar esperto”. A região tem uma Brigada Militar e Delegacia de Polícia, o que aumenta a sensação de segurança. 

“A minha rua é muito movimentada, fica na divisa entre o Centro Histórico e o bairro Cidade Baixa. E é uma das principais avenidas de acesso à Zona Sul. O movimento é grande durante os dias úteis e no horário comercial. À noite e nos finais de semana é muito tranquilo”, revela Daniel.

Infraestrutura do Centro de Porto Alegre

O bairro conta com ônibus para a maioria das regiões da cidade, com maior profusão para a Zona Sul. Mas Daniel costuma se locomover no próprio carro, com exceção da noite, quando prefere utilizar carros de aplicativos.

Uma das facilidades de morar no Centro de Porto Alegre é ter tudo por perto. Daniel listou algumas facilidades que têm a poucos passos de casa:

Facilidades para quem mora no Centro de Porto Alegre

  • Supermercado;
  • Farmácia;
  • Pontos de táxi;
  • Padarias;
  • Lojas de ferragens;
  • Restaurantes que vendem por peso;
  • Lotéricas;
  • Bancos;
  • Lavanderias;
  • Cafés.

Museus, cinemas e teatros

A região onde Daniel mora é repleta de opções culturais como um circuito de museus. Entre os principais estão:

Opções culturais do Centro de Porto Alegre

  • Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (MARGS);
  • Casa de Cultura Mário Quintana;
  • Museu Júlio de Castilhos;
  • Museu da Comunicação Social Hipólito José da Costa;
  • Farol Santander Porto Alegre;
  • Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo;
  • Memorial do Rio Grande do Sul;
  • Memorial do Mercado Público.

“Além dos museus, tenho cinemas próximos. Na esquina da minha casa tem a Cinemateca Capitólio, um prédio lindo recuperado que conta com uma programação cult. E um lugar de pesquisa do Cinema Gaúcho, com salas especiais. É muito legal. Também temos o Teatro São Pedro, que é também é um centro cultural também. É o teatro mais chique e antigo da cidade”, conta Daniel, que destaca também a beleza da Catedral Metropolitana de Porto Alegre.

Vida noturna e gastronomia

Segundo Daniel, o Centro do Porto Alegre tem como ponto fraco a vida noturna, para quem gosta de baladas, casas de shows e bares. 

Mas no quesito gastronomia, ele tem alguns lugares que gosta de frequentar:

Melhores restaurantes do Centro de Porto Alegre

  • Restaurante Corcovado;
  • Restaurante Gambrinos no Mercado Público;
  • Café à Brasileira;
  • Justo, “uma confeitaria descolada que tem fermentação natural. Uma mistura de padaria e bar”.

Um bairro com a cara de Porto Alegre

Para Daniel, o Centro de Porto Alegre tem o equilíbrio perfeito para quem busca oferta de comércio e serviços, mas gosta de ruas tranquilas, apesar de ter muito movimento. Segundo ele, o bairro é a cara da cidade. 

Se você está em busca de um imóvel para comprar ou alugar no Centro de Porto Alegre, o jornalista tem uma dica:

“Procure uma apartamento antigo com vista. O Pôr do Sol de Porto Alegre é sensacional! Ainda mais se a vista for para o Guaíba”, finaliza Daniel.