A cidade de Curitiba se tornou uma referência em mobilidade urbana ao implementar, na década de 1970, um pioneiro sistema de ônibus expresso (BRT), a chamada Rede de Transporte Integrado (RIT), que serviu de referência para centenas de cidades pelo mundo. Mas o que a Capital Paranaense oferece para seus moradores que optam pela bicicleta como meio de transporte? Neste artigo, vamos falar sobre as ciclovias em Curitiba.

Navegue pelo conteúdo:

Tipos de estruturas cicloviárias em Curitiba

Dentro do plano de ampliação das ciclovias em Curitiba, estão previstos todos os diferentes tipos de estruturas cicloviárias estabelecidas no Código de Trânsito Brasileiro (Lei Federal 9.503/97), que são adaptadas de acordo com a particularidade de cada cidade.

Em Curitiba, as estruturas são denominadas da seguinte forma:

  • Ciclovias: pistas separadas fisicamente da faixa de rolamento dos automóveis e também da calçada de pedestres – por meio de desnível ou algum outro elemento de proteção -, que é destinada exclusivamente ao tráfego de bicicletas.
  • Ciclofaixas: destinadas também ao tráfego de bicicleta, são pistas implementadas no mesmo sentido da via dos automóveis e separadas da faixa de rolamento por pintura asfáltica e/ou tachões refletivos.
  • Ciclofaixas sobre as calçadas: vias preferenciais para ciclistas que são implantadas no mesmo nível das calçadas de pedestres e balizadas com sinalização horizontal (pintada no chão).
  • Vias compartilhadas: faixas preferenciais para bicicletas, determinadas por sinalização horizontal, no canto direito e no mesmo sentido de trânsito de carros em vias lentas do eixo estrutural.
  • Ciclorrotas: também indicadas por sinalização horizontal, são percursos recomendados em vias de menor fluxo, onde os ciclistas dividem o espaço com os automóveis.
  • Calçadas compartilhadas: estruturas para ciclistas implementadas em calçadas junto ao espaço destinado a pedestres.

+ Leia também:
Qualidade de vida em Curitiba: saiba por que a cidade é a melhor capital do país

Seu inquilino não pagou? O QuintoAndar depositou.
Seu inquilino não pagou? O QuintoAndar depositou. Saiba mais

Números das ciclovias em Curitiba

Em novembro de 2019 foi anunciado um plano de ampliação da estrutura cicloviária na Capital Paranaense. Na oportunidade, a cidade contava com 208,5 km de vias destinadas aos ciclistas e a meta é chegar a 408 Km até 2025. 

Veja como os espaços para ciclistas em Curitiba eram divididos então:

  • 100,8 Km de calçadas compartilhadas (48,3% da estrutura total)
  • 31,1 Km de ciclovias (14,9%)
  • 25,1 Km de ciclofaixa sobre a calçada (12%)
  • 19,6 Km de vias compartilhadas (9,4%)
  • 18,7 Km de ciclofaixas (9%)
  • 11,7 Km de ciclorrotas (5,6%)
  • 1,5 Km sem caracterização (0,7%)

Desde o lançamento do plano, desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), foram implementados outros 40,7 Km de novas estruturas cicloviárias, totalizando 249,2 Km em toda a cidade.

Curta Curitiba Pedalando

Em seu site, o Instituto Municipal de Turismo oferece gratuitamente o guia Curta Curitiba Pedalando que traz quatro passeios com diferentes graus de dificuldade.

Todos os roteiros têm como ponto de partida o Passeio Público, no Centro, e o guia traz a distância para importantes pontos da cidade, como:

Roteiros para ciclistas em Curitiba

Conheça os quatro roteiros sugeridos pelo guia Curta Curitiba Pedalando, com algumas das atrações pelo caminho:

  • Roteiro Jardim Botânico (Nível I de dificuldade): 16,5 Km
    • Jardim Botânico
    • Bosque Capão da Imbuia
    • Museu de História Natural
    • Praça das Nações
  • Roteiro Parque Barigui (Nível II): 13,6 Km
  • Roteiro Parques e Bosques Norte (Nível III): 17,5 Km
  • Roteiro Parque Náutico Iguaçu/Jardim Botânico (Nível IV): 19,8 Km
    • Parque Náutico do Iguaçu (Zoológico)
    • Bosque Reinhard Maack
    • Jardim Botânico

Clique aqui e conheça a descrição detalhada dos quatro percursos.

+ Leia também:
O que fazer em Curitiba: parques, cultura, vida noturna e tudo mais que a cidade pode oferecer

More perto de ciclovias em Curitiba

Morar na Capital Paranaense significa ter à sua disposição um alto nível de mobilidade urbana. E estar perto de ciclovias em Curitiba é ter uma opção a mais, e mais saudável, de se movimentar pela cidade. Com o bônus de ter um bom espaço para se exercitar pedalando ao ar livre. 

Aqui no QuintoAndar, a gente oferece muitas opções para quem está de mudança e busca imóveis para alugar na cidade. Por isso, que tal procurar um novo lar perto de ciclovias em Curitiba?
Para isso, a gente tem uma dica imperdível: use os mais de 70 filtros diferentes de pesquisa na nossa plataforma e refine a sua busca. Assim, fica mais fácil de encontrar o imóvel ideal na sua região preferida na cidade.