Que tal dar um up na decoração da sua casa e, ao mesmo tempo, encontrar uma nova atividade para aliviar o estresse e estimular a tranquilidade? Ter um aquário em casa pode ser uma ótima estratégia para compor a decoração e, de quebra, proporcionar mais benefícios à sua saúde.

Pode parecer estranho, mas cuidar de peixes já se tornou um hobby bastante comum por possuir funções terapêuticas, além, é claro, deles serem ótimos companheiros para os moradores. Mas, se você pensa em criar peixinhos, é importante planejar, cuidadosamente, um novo lar para os seus futuros pets.

Pensando nisso, neste artigo, separamos 10 dicas de como montar um aquário completo para você não errar na hora de escolher a casinha perfeita para novos amigos. Vamos lá?

Navegue pelo conteúdo: 

1. Escolha os peixes

Na hora de começar a montar um aquário, a primeira dica é entender que tipo de peixe você quer ter em casa, afinal cada espécie possui um tamanho, comportamento e parâmetros de alimentação diferentes.

Além disso, leve em consideração que existem aquários de água doce e salgada. Os de água doce são mais comuns e fáceis de cuidar – sendo o mais recomendado para iniciantes. Já os de água salgada exigem maior dedicação, bem como investimento, já que necessita de uma aparelhagem maior para manter o ecossistema do aquário parecido com o do mar. 

2. Defina um orçamento para gastar

Outro fator que você deve considerar na hora de montar um aquário, é o quanto você deseja investir. Isso porque se você não se planejar, pode acabar gastando muito dinheiro com acessórios e suprimentos para os peixes. Além do móvel do aquário em si, a água e os peixes, você também vai precisar de itens como filtro, termômetros, iluminação e elementos de decoração.

Portanto, depois que terminar a leitura deste conteúdo, faça uma lista do que será necessário comprar e busque um orçamento na sua cidade para ter uma ideia de quanto vai gastar. Ah, outro ponto que você deve se atentar é sobre o tamanho do seu aquário, pois quanto maior, mais cara será a manutenção.

3. Encontre o tamanho de aquário ideal

O tamanho do aquário vai depender da quantidade de peixes e espécies que deseja ter. Em relação ao formato, recomendamos que você busque pelos de vidro e retangulares. Se você for ter apenas um peixe menor, como o Betta, por exemplo, um recipiente pequeno já é suficiente. Porém, se quer ter algo mais diverso e colorido, o investimento será maior.

Se for a sua primeira experiência com um aquário em casa, a maioria dos especialistas indica começar com um tanque de 75 a 95 litros com peixes mais resistentes e evitar os de 40 litros – já que a manutenção da água é mais difícil em tanques menores. Com o tempo, você pode avançar para um tanque de 200 litros, assim consegue ter uma maior quantidade e variedade de peixes.

Agora que você já tem o seu aquário ideal, deve escolher o local da casa que deseja colocá-lo. Lembre-se de optar por um ambiente sem luz solar direta e com tomadas próximas. Além disso, o aquário deve estar apoiado em um móvel resistente e sem muitos objetos por perto para não dificultar a limpeza e manutenção. Se possível, escolha um móvel que seja específico para aquários, assim evitará qualquer problema no futuro. Outro fator clichê, mas que é muito importante ressaltar é mantê-lo distante de locais com fácil acesso a outros animais da casa.

4. Faça um esquema de filtragem

Um dos itens fundamentais para montar um aquário seguro e resistente é o filtro, afinal é como se ele fosse o pulmão desse pequeno ecossistema marítimo. Basicamente, ele é responsável por garantir a limpeza e qualidade da água, deixando-a cristalina, sem odor e habitável para os peixinhos e plantas. 

Há diversos modelos de filtro disponíveis, variando de tamanho, potência e preço. Entre os modelos mais usados e modernos, o recomendado é o tipo hang-on por ser pequeno e eficiente e ter um excelente custo-benefício.

Porém, vale salientar que a escolha do filtro irá depender da quantidade de peixes que deseja ter. Por isso, antes de comprar, consulte um vendedor especialista para saber qual a melhor escolha para a sua demanda.

5. Cuide da iluminação

Outro item importante da lista de como montar um aquário, é se se atentar em qual o melhor tipo de iluminação para deixar o lar dos peixinhos ainda mais confortável. Como eles não têm pálpebras, necessitam de uma luz especial para conseguir descansar sem incômodos. Nossa recomendação é ir até uma loja especializada para adquirir a lâmpada ideal para os tipos e quantidade de peixes que você escolheu.

6. Tenha um termômetro e um termostato

Mais duas peças fundamentais na lista de quem quer saber como montar um aquário marinho são o termômetro e o termostato. Isso porque, além de uma água limpa, os seus amiguinhos nadadores também precisam de um ambiente com a temperatura ideal.

Esses itens regulam a temperatura do aquário de acordo com o peixe que você escolher, por isso, esse também é um ponto que você deve levar em consideração na hora de escolher as espécies. Afinal, nem todas se adaptam com a mesma temperatura.

7. Escolha um bom substrato

Pode parecer um pouco estranho, mas assim como nos vasos de planta, no aquário você também vai precisar de um substrato. Ele fica, normalmente, no fundo do aquário e é composto de areia, pedrinhas ou também uma mistura de elementos. Para que não haja interferência na química do aquário, você deve escolher com cuidado o substrato. A dica é você buscar em elemento mais neutro, como o quartzo.

8. Invista em uma decoração de aquário

Chegou a hora mais divertida na montagem de um aquário: a decoração. Além de completar o ambiente, a decoração deve simular o ambiente do peixe, ou seja, aposte em elementos naturais e que também podem ser úteis para os seus novos amiguinhos.

Por fim, tente não exagerar na decoração. Lembre-se que os peixes precisam de espaço para nadar, por isso, se tiverem muitos enfeites, eles podem ficar incomodados.

9. Faça o abastecimento de água

Muitas pessoas que estão começando agora a ter contato com peixes e vão montar seu primeiro aquário, acreditam que apenas colocar água de torneira já é o suficiente para os peixes. No entanto, esse tipo de água possui cloro, e pode prejudicar a saúde dos peixes. Mas, não se preocupe, você não vai precisar de uma água especial para seus amigos, como já falamos neste artigo, com um bom filtro você consegue manter o ecossistema saudável para os seus peixinhos.

10. Coloque os peixes

Tudo pronto para receber os protagonistas do aquário? Então, chegou o momento de colocar os peixes em sua nova casa. Porém, antes de começar, é importante que você faça a apresentação do novo lar de forma tranquila, afinal, seus novos companheiros aquáticos estavam acostumados a viver em um outro ambiente e podem estranhar o novo espaço.

Algumas dicas que podem ajudar nessa hora é ir com calma na hora de transportar os peixes e, principalmente, não encher o aquário de espécies de uma só vez. Se a espécie é de cardume, será necessário montar um e mantê-lo. Outra dica é não misturar diversos tipos de peixes em um mesmo aquário, sendo assim, prefira ter poucas espécies em maior número do que várias espécies diferentes em pouca quantidade.

Um aquário incrível para o seu novo lar

Se você sonha em ter um aquário em casa, mas não é possível montar um onde você mora atualmente, conte com a ajuda do QuintoAndar para encontrar seu lar ideal. Os nossos mais de 70 filtros de buscas permitem que você encontre a casa ou apartamento dos seus sonhos, para alugar ou comprar, em mais de 50 cidades brasileiras. Aproveite para ver o interior dos ambientes com as fotos profissionais e faça um tour virtual pelo imóvel. Assim, já dá para começar a planejar onde o seu aquário vai ficar!

Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar
Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar Conheça aqui