Custo de vida em Belo Horizonte. Quanto custa morar na cidade. Rodeada de montanhas, Belo Horizonte é a típica cidade com ares de interior, mas com tudo o que uma capital pode oferecer. Para quem está de mudança para a capital mineira, é importante levar em conta, principalmente, o custo de vida e a oferta de empregos por lá. 

Navegue pelo conteúdo:

Um pouco mais sobre Belo Horizonte

A cidade é totalmente planejada e foi projetada pelo engenheiro e urbanista Aarão Reis. Segundo o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2020, a capital mineira tem aproximadamente 2,5 milhões de habitantes; o IDH é de 0,810 (Censo 2010) e a taxa de escolarização de 6 a 14 anos atinge 97,6% dos moradores. 

Além disso, BH está na 10a colocação de cidade mais inteligente e conectada do ranking Connected Smart Cities 2020, estudo que avalia os indicadores dos principais setores nas cidades brasileiras. A capital mineira também foi posicionada em 3o lugar quando o assunto é oferta de sistemas de saúde à população. 

BH ainda é destaque em tecnologia e empreendedorismo. A cidade conta com um parque tecnológico, o Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-TEC), fundado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), crescimento de 0,9% das empresas de tecnologia em 2020, além de incubadoras de empresas

Portanto, se você é da área de tecnologia e está buscando por uma recolocação no mercado de trabalho ou quer iniciar nessa área, a capital mineira é um das capitais ideais para você, já que oferece diferentes opções de emprego no setor tecnológico. 

E não é só isso. Em maio de 2021, Minas Gerais fechou com um saldo positivo de 20.816 vagas de emprego nas Micro e Pequenas Empresas (MPEs), de acordo com estudo realizado pelo Sebrae-Minas com base no Cadastro Geral de Desempregados (Caged). O desempenho das MPEs ainda cresceu mais de 200%, em comparação ao mês anterior. 

Com excelentes oportunidades de trabalho, o que não faltam são casas e apartamentos para alugar e vender. Continue acompanhando este artigo para saber o custo de vida em Belo Horizonte. 

Leia também: Conheça bairros de Belo Horizonte com ar de interior

Custo de vida em BH

De acordo com a pesquisa “Custo de Vida Nacional” da Mercer, empresa estadunidense de gestão de ativos, o custo de vida no Brasil pode variar em até 14% nas principais cidades do país.

A Mercer considerou 10 categorias diferentes para realizar o estudo que envolvem: transporte, suprimentos domésticos, esporte e lazer, cuidados pessoais, refeições em casa e fora de casa, serviços de utilidade pública, entre outros. 

A metodologia utiliza a média das categorias e faz uma comparação com a média de São Paulo, cidade usada como referência, por ser o maior centro comercial do país.  

Segundo o estudo, BH é a cidade mais barata na categoria esporte e lazer (-23%), mas é quarta mais cara no quesito serviços de utilidade pública (17%), que envolve, por exemplo, energia elétrica e telefone. 

A seguir, veja os principais custos que você vai se deparar ao mudar-se para BH

Aluguel e utilidades

BH tem diversas opções de moradia, e tudo vai depender do que você está procurando: um bairro melhor localizado, como os bairros do Buritis e Santa Efigênia. 

Ou uma região mais acessível, como é o caso da Sagrada Família e Padre Eustáquio, por exemplo.

Para entender os valores do aluguel, realizamos uma pesquisa no QuintoAndar. Elencamos alguns bairros para avaliar os valores médios dos aluguéis.

O valor de um apartamento de 3 quartos no Buritis, por exemplo, varia. O maior valor chega a R$4.500, sendo um apartamento com 208m2, 1 suíte e 1 vaga de garagem. Já um apê com 75m2, 1 suíte e 1 vaga de garagem chega a custar R $1.900

Já na Santa Efigênia, os preços variam de R$1.800, no caso de um apartamento de 80m2, com 3 quartos e 1 extra reversível; a R$6.000, no caso de um apartamento de 100m2, com 3 vagas de garagem, 3 quartos e 1 suíte.

Em bairros mais acessíveis, como é o caso de Padre Eustáquio e Sagrada Família, os menores valores chegam a R$1.400, em um apê de 58m2, 3 quartos sem suíte e 1 vaga de garagem, e R$1.350 para um apê de 63m2, 3 quartos sem suíte, respectivamente. 

Veja mais: Conheça 5 Casas dos sonhos em BH

Contas Fixas – Água, Luz e Gás

O preço mensal gasto com utilidades, como água, luz e gás também varia bastante. Os gastos para uma pessoa chegam a R$233. Para duas é mais do que o triplo: R$742.

Alimentação

De acordo com a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada pelo Departamento Nacional de Cesta Básica de Alimentos (Dieese), o valor de uma cesta básica em BH gira em torno de R$573,53. A capital mineira é a sétima do país com maior preço na cesta básica. 

Restaurantes e Gastronomia

Segundo pesquisa realizada pelo site Mercado Mineiro, a variação nos preços do almoço na capital mineira pode chegar a 580%. O preço da comida por quilo varia, por exemplo, de R$74,90 a R$110. O famoso prato feito, ou PF, pode custar entre R$10 e R$42,90. Já o marmitex grande, de R$10 a R$28.

A Associação Brasileira das Empresas de Benefício ao Trabalhador (ABBT) afirma que o trabalhador costuma gastar cerca de R$31,10 com o almoço em BH. A metodologia da pesquisa considerou o preço do prato principal, bebida não alcoólica, sobremesa e o cafezinho após o almoço em quatro grupos de restaurantes não revelados. 

Falando em gastronomia, a culinária mineira é reconhecida internacionalmente e BH possui o melhor da comida mineira, com restaurantes especializados. Dentre eles estão o Xapuri, que fica na Rua Mandacarú, Pampulha, com preço médio de R$70, valor baseado no prato principal e sobremesa para uma pessoa; e o Dona Lucinha, na Padre Odorico, em Savassi, preço médio R$75, valor baseado no prato principal e sobremesa para uma pessoa. 

Como toda capital, BH também tem uma vida noturna agitada com ótimos bares, como o Butecário, na Avenida Portugal, em Santa Amélia, e o Agosto Butiquim, na Rua Esmeralda, no Prado. 

Transportes

Os usuários de transporte público desembolsam R$4,50 por passagem em BH. Mensalmente, os gastos com transporte público somam entre R$180 a R$200, contando duas passagens por dia trabalhadas. Para os que têm carro, o litro da gasolina custa R$5,07.

Entretenimento

O lazer e a diversão são outros fatores que ajudam a decidir na hora de mudar de cidade. 

Para os amantes das artes, BH conta com o Centro Cultural Banco do Brasil, um dos espaços culturais mais bem avaliados de BH localizado na Praça da Liberdade, no bairro Funcionários, e o Palácio das Artes, outro importante centro cultural da cidade que fica na Avenida Afonso Pena, no Centro. Para informações sobre peças em cartaz e preços consulte o site Eventim.

Para os que gostam de um bom filme, um par de ingressos para o Cinemark sai por volta de R$80.

O preço médio de um bom restaurante italiano, como o Osteria Mattiazzi na Rua Soledade na Santa Efigênia, ou o Maurízio Gallo na Rua dos Aimorés no Lourdes, gira em torno de R$100 e R$90, respectivamente (valores baseados no prato principal e sobremesa para uma pessoa).  

Para os adeptos à prática de atividades físicas, é possível contratar um plano de academia em bairro de classe média por R$113.

Vantagens de morar em Belo Horizonte

O custo de vida é um dos principais fatores a ser levado em conta na hora de mudar-se para BH, porém há outras razões que devem ser ponderadas na hora da decisão. 

Educação

BH é um importante polo educacional, com instituições de ensino superior renomadas, como a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), além de centros de especialização como o Sebrae. 

A cidade também oferece boas escolas públicas e privadas, que atendem os ensinos infantil, fundamental e médio. 

Saúde

A cidade conta com estrutura de saúde completa, com boas opções de hospitais públicos e privados. É por lá que estão os hospitais: 

Qualidade de vida

De acordo com o estudo Índice dos Desafios da Gestão Municipal 2021, conduzido pela consultoria Macroplan, e que leva em conta categorias como segurança, educação, saúde e saneamento básico, BH é a 3a melhor capital para se viver no Brasil, ficando atrás apenas de Curitiba, no Paraná, e Vitória, no Espírito Santo.

Natureza

Morar na capital mineira é estar em constante contato com a natureza, já que a cidade é rodeada por montanhas. Além disso, em BH é possível encontrar muitos bairros arborizados e ótimas opções de parques. É o caso do Parque Municipal Américo Renné Giannetti, localizado na Avenida Afonso Pena, que é uma das áreas de preservação mais visitadas de Belo Horizonte e conta com equipamentos esportivos, brinquedos, barquinhos a remo e animais de montaria. 

Há também o Parque Municipal das Mangabeiras, na Avenida José do Patrocínio Pontes, Mangabeiras, a maior área verde da cidade onde é possível fazer trilhas ecológicas no meio de animais silvestres. O parque ainda conta com quiosques, quadras, brinquedos e área para shows e eventos. 

Lazer e cultura

BH ainda oferece ótimas opções de lazer e cultura. O Circuito Liberdade, por exemplo, é um conjunto de 16 espaços culturais que ficam ao redor da Praça da Liberdade, no bairro Funcionários, e possuem entrada franca. São eles:  

  • Centro Cultural Banco do Brasil;
  • Museu das Minas e do Metal;
  • Memorial Minas Gerais Vale; 
  • Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais;
  • Espaço do Conhecimento UFMG;
  • Centro de Arte Popular Cemig;
  • BDMG Cultural;
  • Academia Mineira de Letras;
  • Museu Mineiro;
  • Casa do Patrimônio Cultural;
  • Arquivo Público Mineiro; 
  • Cefart Liberdade;
  • Casa Fiat de Cultura;
  • Palácio da Liberdade;
  • Escola de Design UEMG;
  • Centro Cultural Minas Tênis Clube.

A cidade também abriga o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, na Av. Otacílio Negrão de Lima, Lagoa da Pampulha, elaborado por Oscar Niemeyer e declarado patrimônio cultural da humanidade pela UNESCO. 

Entre as instituições culturais do conjunto, estão o Museu de Arte da Pampulha, que abriga exposições no campo das artes visuais e conta com mais de 1.400 obras; a Igreja São Francisco de Assis inaugurada junto com o Conjunto em 1943 e de estilo arquitetônico moderno; e a Casa do Baile, referência em arquitetura e urbanismo. 

BH com o QuintoAndar

Se você está pensando em morar em BH, o QuintoAndar pode te ajudar. Por meio do nosso site ou app, é possível fazer uma busca personalizada dos melhores imóveis da capital mineira, tanto para locação quanto para a venda. 

Desde a busca de imóvel, até a finalização do contrato, o QuintoAndar garante os melhores serviços de locação e compra, sem fiador, seguro fiança ou caução. Além de BH, o QuintoAndar conecta proprietários a locadores ou compradores de imóveis de mais de 40 cidades.