Na compra de um imóvel, além do valor que você paga pelo bem – seja à vista ou financiado -, há sempre alguns gastos extras como impostos e taxas de cartório. Por isso, uma vez que a realização do sonho da casa própria demanda uma boa disciplina financeira, é importante ter em mente que esse planejamento dos custos de comprar um imóvel precisa sempre levar em conta algum valor a mais. Geralmente, esse excedente pode girar em torno de 4% a 8% do valor do imóvel.

Pra saber o quanto você gastaria a mais na compra de um imóvel, é preciso ter em mente algumas variáveis. E a principal delas é se a compra será à vista ou financiada. No QuintoAndar, você consegue saber de cara todas as estimativas dos custos da compra do seu novo lar, sem informações escondidas. As estimativas com gastos extras já são discriminadas nos anúncios dos imóveis na plataforma imobiliária digital. 

Veja, por exemplo, as estimativas de valores extras pra um imóvel de R$ 580.000, anunciado no QuintoAndar e localizado no Rio de Janeiro:

• Custos de comprar um imóvel financiado:

• Custos de comprar um imóvel à vista:

ITBI

O Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) é uma tributação gerada e cobrada pelo município onde o imóvel está localizado no momento de uma transação de compra e venda. O valor dele varia de cidade pra cidade, mas normalmente fica entre 2% e 4% do valor do bem.

Escritura Pública

Elaborada pelo Cartório de Notas, a escritura pública é outro valor extra que deve entrar nos custos de comprar um imóvel. É o documento que comprova a transferência do imóvel de um proprietário pro outro. Ela é necessária apenas no caso de compra à vista, uma vez que, na compra financiada, o contrato de financiamento bancário equivale à escritura.

O valor da escritura pública é tabelado. E varia de acordo com o estado e valor do imóvel.  

Registros

O Registro é o ato de declarar quem é o proprietário formal e legal do imóvel. E, ainda, se a propriedade deste bem está sendo transmitida para outra pessoa. É feito no Cartório de Registro de Imóveis, onde são registrados um desses dois documentos: Escritura Pública de Compra e Venda (em caso de compra à vista) ou Contrato de Financiamento do imóvel (em compra financiada).

Apenas com esses documentos em mãos, assim como o comprovante do pagamento do ITBI, o Registro do imóvel poderá ser feito. O valor varia de acordo com o estado onde o imóvel está localizado. A taxa extra costuma ficar abaixo de 1% do total do bem. E além de já aparecer nos anúncios do QuintoAndar, também pode ser consultado aqui

Avaliação bancária

A avaliação bancária é cobrada pelos bancos, nos casos de imóveis comprados por financiamento. O custo é referente à vistoria do bem e de toda a documentação necessária pra liberação do crédito imobiliário. Esse valor varia de acordo com a instituição.

É importante lembrar que os custos descritos aqui são apenas as taxas pra regularização do imóvel. Mas é fundamental que você também se prepare financeiramente para eventuais gastos com reformas, mudança e outras questões mais práticas em relação à moradia na sua casa nova.

A compra da casa própria é o sonho de muitos. E com um bom planejamento financeiro, é um sonho possível de ser realizado.