A Feira da Liberdade é uma verdadeira atração turística de São Paulo – tanto para paulistanos quanto para visitantes de outras cidades. Mas, ao mesmo tempo, é um evento afetivo e corriqueiro para quem mora no bairro da Liberdade e nos arredores. 

Repleta de delícias gastronômicas de origem oriental e diversos outros tipos de produtos, a feirinha é uma ótima pedida para o fim de semana na Capital Paulista. E merece um artigo só para ela por aqui. Por isso, venha conhecer um pouco mais sobre a Feira da Liberdade!

Navegue pelo conteúdo:

Bairro da Liberdade

Para falar da feira, é preciso antes falar antes do bairro. Localizada em uma região que começou a receber muitos imigrantes japoneses no início do século passado, mais especificamente a partir de 1908, a Liberdade é conhecida por ter a maior comunidade japonesa do mundo fora do Japão. 

Além de muitos prédios residenciais e comerciais, o bairro conta com uma rede de comércio e serviços muito forte, especialmente de produtos orientais, com destaque para lojas de importados e restaurantes de diversas especialidades do outro lado do mundo. 

Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar
Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar Conheça aqui

Rua Galvão Bueno

Com várias características que fazem alusão ao Japão, a Liberdade é repleta dos conhecidos e tradicionais postes vermelhos em algumas de suas ruas, em especial na Rua Galvão Bueno, uma das principais do bairro. Ela termina justamente na Praça da Liberdade, no cruzamento com a Rua dos Estudantes, onde é realizada a feirinha. 

Foto que ilustra matéria sobre a Feira da Liberdade mostra um trecho da Rua Galvão Bueno, no bairro da Liberdade
Rua Galvão Bueno

A Feira da Liberdade: história

A Feira de Arte, Artesanato e Cultura da Praça da Liberdade – nome oficial – é realizada desde 1975. O evento foi criado com foco no artesanato de origem japonesa, mas depois evoluiu e se tornou um destino para quem ama as delícias da culinária oriental, em especial a do Japão. 

E além das bancas de comida e artesanato, a Feira da Liberdade ainda conta com barracas de roupas, luminárias japonesas, bonsais, almofadas, bijuterias, peixes de aquário e diversos outros tipos de artigos orientais. Todas elas com suas tradicionais cores em listrado branco e vermelho.

Onde é realizada a Feira da Liberdade?

As barracas de comida da Feira da Liberdade, que recebem a maioria dos visitantes, ficam localizadas na Rua dos Estudantes, que margeia a Praça da Liberdade. Já as outras barracas, com artesanatos e outros tipos de produtos, se espalham pela praça.

Como chegar na Feira da Liberdade?

A melhor forma de chegar à Feira da Liberdade é de metrô. O bairro da Liberdade é atendido por três estações da Linha 1 – Azul: Liberdade, São Joaquim e Vergueiro. E a principal delas, a que dá nome à região, tem uma saída justamente na praça onde é realizada a feirinha nos fins de semana. 

Quando acontece a Feira da Liberdade?

A Feirinha da Liberdade ocorre sempre aos sábados e domingos, das 10h às 18h.

Culinária japonesa

A culinária japonesa é o carro-chefe da Feira da Liberdade e o principal atrativo dos visitantes que chegam de todos os cantos da cidade, assim como para os moradores do bairro que apenas saem em busca de um bom café da manhã ou de um lanche da tarde. 

Veja alguns dos pratos típicos que você pode encontrar na Feirinha da Liberdade:

Dorayaki

Feira da Liberdade - Dorayaki

Um conhecido doce japonês que consiste em duas pequenas panquecas com recheios variados, de creme a chocolate, sendo que o mais tradicional deles é o Anko, uma pasta de feijão azuki.

Takoyaki e ebiyaki

Feira da Liberdade - Takoyaki
(Foto: Raphael Crespo)

Outra conhecida iguaria japonesa é o Takoyaki, um tradicional bolinho japonês assado e recheado com polvo, que é feito em uma forma especial para dar o formato redondo e cremoso. Sua versão com recheio de camarão é chamada de ebiyaki e você pode encontrar porções de cada um ou mistas na Feira da Liberdade.

Gyoza

Feira da Liberdade - Gyoza
(Foto: Raphael Crespo)

Originário da China, mas popularizado no Japão, o gyoza é um pastelzinho feito com massa de farinha de arroz ou farinha de trigo, que pode ser feito tanto no vapor quanto frito. Seu recheio mais tradicional é o de carne de porco, mas também há os de carne de boi e os recheados apenas com legumes. 

Pastel

Feira da Liberdade - Pastel
(Foto: Raphael Crespo)

Um clássico de qualquer feira de rua no Brasil, o pastel ganha um toque a mais na Feira da Liberdade. Experimente o pastel com recheio de gyoza!

More perto da Feira da Liberdade

Ficou com água na boca? Então que tal morar a poucos metros da Feira da Liberdade e poder degustar essas delícias japonesas em qualquer sábado ou domingo que você desejar?

O QuintoAndar oferece inúmeras opções de imóveis para alugar ou comprar no bairro da Liberdade. 

Em nossa plataforma digital, além de selecionar o bairro, você ainda pode navegar pelo mapa e buscar imóveis que estejam localizados perto da Feira da Liberdade. Além disso, não deixe de aproveitar nossos mais de 70 filtros de busca, para refinar sua pesquisa e torná-la mais rápida e assertiva.