O Índice Geral de Preços Mercado (IGP-M) de abril de 2021 teve alta de 1,51%, de acordo com dados divulgados pela Fundação Getúlio Vargas divulgou nesta quinta-feira (29/04). O que representa uma desaceleração em relação aos 2,94% apontados no mês anterior. Mesmo assim, com esse resultado, o IGP-M acumulado é de 9,89% no ano e de 32,02% nos últimos 12 meses. A título de comparação, em abril de 2020, o índice havia subido 0,80% e acumulava alta de 6,68% em 12 meses.

Saiba tudo sobre o IGP-M por aqui. Clique nos links abaixo para acessar diretamente a informação que você precisa:

Abril de 2021

O Índice de Preços ao Produtor Amplo Mercado (IPA-M) subiu 1,84% em abril, contra 3,56% em março. O Índice de Preços ao Consumidor Mercado (IPC-M) variou 0,44% na nova aferição, após registrar alta de 0,98% no mês anterior. E o Índice Nacional de Custo da Construção Mercado (INCC-M) subiu 0,95% em março, após variar 2,00% em março. Veja mais abaixo como esses três índices compõem o cálculo do IGP-M.

“Todos os índices componentes do IGP-M recuaram em abril. A desaceleração da taxa de variação dos combustíveis orientou o recuo da inflação ao produtor e ao consumidor. Apesar disso, a variação do IGP-M avançou mais em 12 meses, tendência que deve continuar até o próximo mês, dado que o IGP-M havia subido apenas 0,28% em maio de 2020”, afirmou André Braz, Coordenador dos Índices de Preços.

O que é o IGP-M?

O índice é o principal indexador de tarifas de serviços. Por exemplo: internet, energia elétrica, TV por assinatura e a correção anual dos contratos de aluguéis residenciais. Além disso, sofre influência considerável, por exemplo, das oscilações do dólar e de outros indicadores. Ou seja, varia de acordo com o momento econômico.

O índice é a base usada pelo QuintoAndar pra calcular o reajuste anual dos contratos de aluguel firmados com propostas feitas até 25/11/2020. O cálculo considera a variação acumulada nos últimos 12 meses.

Como é feito o cálculo do índice?

O IGP-M, é calculado mensalmente e divulgado pela FGV no final de cada mês referência. Mas você sabe como o IGP-M é calculado? Ele é composto por outros três índices.

Índices que compõem o cálculo:

  • IPA-M (60%): Índice de Preços ao Produtor Amplo Mercado, que representa os preços no atacado;
  • IPC-M (30%): Índice de Preços ao Consumidor Mercado, que corresponde à inflação no varejo;
  • INCC-M (10%): Índice Nacional de Custo da Construção Mercado, que afere os custos do setor de construções habitacionais.

Divulgado no final de cada mês de referência, o IGP-M é utilizado para preservar as condições da locação diante das mudanças da economia, como a inflação ou deflação.

Gráfico do IGP-M acumulado de 12 meses

IGP-M 2021
O IGP-M, calculado mensalmente pela Fundação Getúlio Vargas, é a base usada pelo QuintoAndar pro reajuste anual dos contratos de aluguel. O cálculo considera a variação acumulada nos últimos 12 meses.
MAI
6.51%
JUN
7.31%
JUL
9.27%
AGO
13.02%
SET
17.94%
OUT
20.93%
NOV
24.52%
DEZ
23.14%
JAN
25.71%
FEV
28.94%
MAR
31.10%
ABR
32.02%

Qual índice é usado no reajuste de aluguel?

Justamente por conta da grande alta do IGP-M iniciada em meados de 2020, no final de novembro do ano passado o QuintoAndar anunciou ao mercado uma grande novidade. Os novos contratos firmados pela plataforma com propostas enviadas a partir de 26/11/2020 passam a ter o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) como referência para o reajuste de aluguel.

O IGP-M, no entanto, segue valendo para os contratos firmados com propostas feitas até 25/11/2020. E o percentual anunciado pela FGV, de 32,02% no acumulado dos últimos 12 meses, será o índice usado pelo QuintoAndar no reajuste do aluguel nos contratos que fazem aniversário em maio de 2021 (veja aqui como funcionam os contratos no QuintoAndar), caso o proprietário do imóvel não aceite reajustar pelo IPCA.

Com o contexto econômico atual e a forte alta do IGP-M, além de adotar o IPCA em novos contratos, o QuintoAndar tem atuado para facilitar a negociação de reajuste entre inquilinos e proprietários. A imobiliária digital tem entrado em contato com os donos de imóveis sugerindo a aplicação proativa de taxas menores na correção dos aluguéis. Mas a decisão é inteiramente dos proprietários.

Como calcular o reajuste de aluguel?

Não sabe como fazer essa conta do reajuste de aluguel? Não tem problema! A gente faz pra você, em nossa calculadora do IGP-M.

IGP-M: abril de 2021

Os contratos que fazem aniversário em maio de 2021 terão reajuste de 32,02%.

code
O valor reajustado do seu aluguel é de:
O valor reajustado do seu aluguel é de:

Com a nossa calculadora, você nem precisa saber como funciona a conta. Porém, a gente te explica mesmo assim! Por exemplo: com o IGP-M acumulado dos últimos 12 meses fixado em 32,02%, para atualizar um aluguel de R$ 1.500,00 com vencimento em maio de 2021, basta multiplicar seu valor por 1,3202 (R$ 1.500,00 X 1,3202). O resultado: R$ 1.980,30. Portanto, este passa a ser o valor que vai vigorar mensalmente até o próximo reajuste, daqui a 12 meses, caso o proprietário não aceite reajustá-lo de outra forma.

No QuintoAndar, caso o seu contrato tenha começado no início do mês, o reajuste de aluguel é completo. No entanto, se o aniversário for na segunda quinzena do mês, por exemplo, você paga o reajuste de forma proporcional no primeiro mês. E nos próximos meses o valor passa a ser integral.

Baixe aqui um e-book com um estudo exclusivo do QuintoAndar, que mostra o impacto da forte alta do IGP-M nos valores dos alugueis.

Quinto Andar

Conheça a maior imobiliária digital do país: simples, prática e segura! Conhecer

Como se calcula o valor do aluguel de um imóvel?

O QuintoAndar criou uma ferramenta online de precificação de aluguel. Você preenche um formulário com informações sobre o imóvel e sua localização. E a tecnologia faz o resto. O serviço, que usa inteligência artificial, é gratuito e qualquer pessoa pode acessar, mesmo não sendo cliente da empresa.

Calculado na hora, o valor é uma média de aluguel de imóveis com as mesmas características e localizados na mesma região. E o levantamento é feito de acordo com os imóveis já alugados pelo QuintoAndar.

Além disso, a empresa oferece aos proprietários a iniciativa do Pagamento Garantido. Com ela, 100% dos donos de imóveis recebem o dinheiro mensalmente, todo dia 12, e não precisam se preocupar com cobrança de aluguel atrasado.