Você acredita em fantasmas? Pois fica aqui uma pergunta: o que você acharia pior, ver uma assombração ou uma parede úmida, indicando infiltração onde você mora? Sabendo que a segunda possibilidade é muito mais plausível, preparamos um rápido guia pra você entender como lidar ao encontrar esse tipo de problema.

O que é uma infiltração?

A infiltração é a passagem de água através de uma superfície. Ela pode acontecer quando a água escapa de tubulações ou ralos. Ou quando consegue passar por frestas existentes em paredes ou pisos.

As que acontecem de fora pra dentro de um prédio ou casa, normalmente, são causadas por água da chuva, umidade do solo ou até mesmo por alguma ação do lençol freático.

Já as infiltrações de dentro pra fora costumam aparecer por conta de vazamentos na rede hidráulica. Ou por falhas na impermeabilização das chamadas “áreas molhadas”, como banheiros, cozinhas e áreas de serviços. E além de afetar os próprios moradores, no caso de um prédio, podem atingir os vizinhos do andar de baixo, por exemplo.

Sinais de infiltração por um agente externo?

  • Manchas escuras ou umidade excessiva no teto ou parede com umidade;
  • Bolhas na pintura;
  • Gotejamento no teto ou parede.

Em casas ou apartamentos de cobertura, a infiltração de água da chuva na laje ou no telhado podem se manifestar pelas goteiras no teto.

A chuva também pode causar danos em paredes de qualquer casa ou apartamento, de cobertura ou não. Pra isso, basta que a água encontre seu caminho por janelas e portas mal vedadas. Ou até mesmo por fissuras ou outros problemas na fachada externa. Nestes casos, as bolhas na pintura e umidade ascendente excessiva são os principais sinais.

Já nas infiltrações por lençol freático ou umidade do solo, mais comuns em casas ou em espaços que ficam no subsolo de prédios, como garagens, manchas escuras e mofo nas paredes apontam que alguma providência deve ser tomada.

Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar
Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar Conheça aqui

Sinais de infiltrações por agentes internos?

No caso dos agentes externos, os sinais e, principalmente, as causas são bem mais fáceis de se identificar. Já naquelas causadas por agentes internos, muitos dos sinais são os mesmos, mas os motivos da infiltração demandam uma investigação mais aprofundada.

Veja algumas das principais causas internas de infiltração, que muitas vezes, nos prédios, se estendem a alguma unidade vizinha, especialmente à localizada imediatamente abaixo do foco do problema:

  • Falha no rejunte de pisos e paredes;
  • Falha na impermeabilização do piso de áreas laváveis;
  • Vazamento de ralos ou tubulações que passam dentro de pisos e paredes;
  • Fissuras ou outros problemas na fachada externa do prédio.

Origem da infiltração e os primeiros passos pra resolvê-la

Como já falamos por aqui, os sinais e as causas das infiltrações são das mais diversas. E, uma vez identificados, é preciso identificar as responsabilidades e passar pra solução do problema. Veja no quadro abaixo quem você deve acionar caso comece a lidar com uma infiltração, seja na sua unidade ou de algum vizinho seu:

Infiltração - causas e tipos

No seu apê alugado, de quem é a responsabilidade?

No caso de uma infiltração nas paredes internas do imóvel, o problema tem caráter estrutural. Portanto, é responsabilidade do proprietário resolver e arcar com os custos do conserto.

No entanto, é importante que o inquilino saiba que ele pode passar a ser responsável, caso algum haja agravamento no quadro por falta de comunicação do problema ou negligência.

Além disso, manutenções que não envolvam a quebra de piso/parede, como uma simples aplicação de rejunte, também devem ser realizadas pelo inquilino.

Como sanar as infiltrações?

Assim como os sinais e origens, as soluções pras infiltrações são das mais variadas. Mas, antes de saber como tirar umidade da parede, boa parte das vezes a solução passa pelas mãos de um encanador, pra sanar problemas de vazamentos em canos. E/ou pela impermeabilização de pisos, paredes e lajes.

Como prevenir infiltrações?

Muitas vezes, a infiltração aparece de forma silenciosa, de um dia para o outro, com algum pontinho de mofo ou numa bolha na pintura. Em alguns casos, não há nada que você possa fazer para evitar. Como, por exemplo, quando o problema vem do apartamento do vizinho de cima. Nestes casos, você só vai saber quando os sinais aparecerem. Mas há algumas medidas para prevenir infiltrações que você pode tomar. Veja quais:

  • Verifique, periodicamente, torneiras e sifões nos banheiros e na cozinha, em busca de vazamentos;
  • Faça o mesmo com os rejuntes de áreas molhadas – banheiro, cozinha e área de serviço. Caso encontre partes com rejunte quebrado, procure rejuntar o mais rápido possível. E com um rejunte de qualidade;
  • Você sabia que os únicos lugares dos seu apartamento com impermeabilização são os boxes dos banheiros? Por isso, não lave o chão jogando água. Mesmo em banheiros e na cozinha. A água pode se infiltrar pelos menores espaços. Opte por passar um pano molhado na hora de fazer a faxina;
  • Não ignore nenhum dos sinais descritos aqui neste artigo. Caso identifique qualquer um deles, chame um profissional especializado.

QuintoAndar te ajuda a providenciar os reparos

Imobiliária digital líder em aluguéis residenciais no Brasil, o QuintoAndar conta com uma rede de empresas parceiras especializadas em manutenção para auxiliar tanto inquilinos quanto proprietários.

O inquilino solicita o reparo pelo app ou pelo site do QuintoAndar, por meio do chat disponibilizado na área “Contrato e Boletos”. E a imobiliária digital faz a intermediação do ocorrido, primeiro entrando em contato com o proprietário, pois é possível que ele conheça algum prestador de serviço de confiança ou ofereça outra solução.

Ao realizar a solicitação do reparo pelo chat do QuintoAndar, procure relatar bem o ocorrido, para que o proprietário fique ciente do que precisa ser feito e tome as providências necessárias.

Veja quais reparos são de responsabilidade do inquilino e quais são do proprietário:

Inquilino

Manutenções preventivas e consertos necessários durante a locação, como:

  • Fechadura e maçaneta;
  • Chuveiro e resistência;
  • Sifão, torneira, descarga e entupimentos;
  • Móveis, dobradiças, gavetas ou trilhos;
  • Ar condicionado e eletrodomésticos.

Proprietário

Deve entregar o imóvel em condições habitáveis para o inquilino e é responsável por arcar com reparos estruturais, como os que demandam quebra de paredes ou pisos:

  • Infiltração;
  • Defeitos na rede elétrica;
  • Vazamento de gás;
  • Estufamento de pisos e paredes.

Saiba tudo sobre como lidar com reparos em um imóvel alugado nesta página especial preparada pelo QuintoAndar para proprietários e inquilinos.