Com a recente Reforma da Previdência e as mudanças nas aposentadorias, aumentou o número de pessoas que têm buscado um bom complemento à renda da previdência social. E o investimento em imóvel, tradicionalmente, é uma boa e segura opção para quem quer se planejar e ter tranquilidade e bem-estar nos dias de descanso após décadas de trabalho duro.

Investimento seguro

Historicamente, os imóveis apresentam uma boa rentabilidade no longo prazo. De acordo com um artigo sobre o tema publicado pelo portal Infomoney, quem investiu em imóveis há 10 anos, em uma época em que a taxa de juros era muito atrativa para outros investimentos, ainda assim teve ganhos superiores a quem, por exemplo, aplicou em renda fixa.

Isso acontece, segundo Luiz França, presidente da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), porque mesmo em momentos de crise econômica, quando ativos de renda variável mostram grandes quedas, o preço dos imóveis é pouco afetado.

“O cenário favorável do mercado imobiliário tem mostrado aos brasileiros que a compra de imóveis pode ser uma das apostas mais certeiras para quem pretende ter um futuro tranquilo”, afirmou Cátia Vita, especialista em direito imobiliário da CRV Advogados Associados, em entrevista recente ao caderno de Imóveis do Estadão.

Segundo ela, quem compra um imóvel está adquirindo um bem de longa duração, que pode ser uma fonte de renda ou um patrimônio familiar. A casa, como ela reforça, “tem garantia constitucional. Não se perde do dia para a noite”. Ou seja, os riscos não são tão grandes quanto um investimento na bolsa de valores, por exemplo, quando se pode perder dinheiro da noite para o dia.

Como ganhar dinheiro com investimento em imóvel

Aqui está o ponto central do investimento em imóveis: o retorno que você vai ter ao adquirir uma casa ou um apartamento. E o primeiro deles é a garantia de uma renda mensal com o aluguel do imóvel. Uma renda, como destaca o artigo do Infomoney, que se torna ainda mais valiosa com a queda na taxa de juros. 

Além disso, Como destacou Vicente Batista, Gerente de Produto da área de Compra e Venda do QuintoAndar, no mesmo artigo do Infomoney, para o investidor, o importante é analisar a capacidade de ganho e de liquidez de um ativo imobiliário. 

E para você conseguir um imóvel com boa liquidez, ou seja, que te possibilite fazer dinheiro rapidamente com o seu bem, é importante avaliar o perfil da demanda de cada região. 

“Localização é um outro fator que impacta muito na liquidez quando se trata de capitais e regiões metropolitanas. Buscar por bairros de fácil acesso, com boa oferta de transporte público e um bom mix de serviços faz toda a diferença”, disse Vicente Batista.

O que levar em consideração?

Assim como no caso de uma compra de imóvel para morar, ao adquirir uma casa ou apartamento para investir, a primeira coisa que você precisa fazer é se planejar financeiramente. Lembrando que o ideal, se possível, é que você consiga comprar o imóvel à vista. 

A advogada ouvida pelo Estadão alertou sobre isso. Segundo ela, você deve cuidar para que empréstimos e financiamentos não deixem suas finanças desequilibradas. 

“O pagamento de juros altos em um financiamento, por exemplo, prejudica boa parte dos rendimentos que o empreendimento pode trazer”, disse Cátia.

Além disso, diferentemente de quando você compra um imóvel pra morar, ao comprar pra investir o seu gosto pessoal não é prioridade. Por isso, não compre o imóvel que você gosta. E sim aquele que vai ter maior potencial de retorno financeiro. E a palavra de ordem, aqui, é liquidez.

Avaliação dos riscos na compra do imóvel

No entanto, e aqui vai a primeira dica de planejamento, é preciso que o comprador tenha segurança em relação ao bem que está adquirindo. E em qualquer transação imobiliária, a verificação dos documentos é muito importante, para que o comprador não seja pego de surpresa com questões que podem até custar a perda do imóvel. Essa análise de risco é conhecida entre os profissionais do mercado imobiliário como diligência (que vem da expressão em inglês “due diligence”).

Ou seja, apesar de muito estável e seguro, investir em imóveis para aposentadoria ainda assim demanda um certo nível de cuidado. Você sabia, por exemplo, que durante um período de até dez anos após o fechamento de um contrato, problemas jurídicos ou financeiros relacionados ao vendedor ou ao imóvel podem aparecer e causar dor de cabeça, ou até a perda do bem, pra quem comprou o imóvel? 

Vale a pena o investimento em imóvel pra aposentadoria?

Portanto, respondendo a pergunta do título: sim, vale a pena investir em imóveis para aposentadoria. Mas é preciso um bom planejamento. E para você não se surpreender de forma negativa, o MeuLugar fez uma lista com os 5 principais riscos na compra de um imóvel usado e cuidados que você deve ter.