Entre as dezenas de opções que as pessoas encontram na hora de tornar uma casa mais aconchegante, está o jardim de inverno. Esse tipo de espaço, que surgiu nos países de frio rigoroso, caiu no gosto dos brasileiros e vem compondo lindos ambientes.

Mas como montar um jardim de inverno dentro de casa e poder ter contato com uma área verde em qualquer época do ano?Separamos 6 dicas que respondem essa pergunta, confira cada uma delas a seguir!

Navegue pelo conteúdo:

Para que serve o jardim de inverno?

O jardim de inverno não tem, necessariamente, uma única função. Estamos falando de um ambiente altamente versátil e com vários benefícios. Assim, trata-se de uma ótima opção para quem:

  • Sonha em ter um belo jardim, mas não tem área externa suficiente para isso (embora ele possa ocupar tanto áreas externas quanto áreas internas);
  • Ama plantas e quer tornar o ambiente mais aconchegante com elas;
  • Quer um ar mais puro dentro de casa.

Esse tipo de jardim também auxilia na amenização da temperatura em ambientes muito abafados. Além disso, algumas plantas podem ajudar na redução de reações alérgicas, na umidificação dos ambientes e até mesmo na concentração e sensação de bem-estar no lar. 

Independentemente do seu objetivo e da sua necessidade, porém, é interessante seguir algumas dicas para que seu jardim de inverno seja um sucesso. 

Dicas para montar um jardim de inverno em casa

1. Escolha o local ideal para ser transformado em jardim

Que tal um jardim de inverno na sala ou, quem sabe, embaixo da escada?

Quando se trata do quesito “espaço”, são inúmeras as opções que podem ser exploradas, não sendo à toa que o primeiro grande passo a ser dado é, de fato, escolher a área da casa que será ocupada.

Se a ideia é criar um jardim de inverno pequeno, por exemplo, você sem dúvidas encontrará muitos espaços que pode utilizar (inclusive espaços verticais). Mas tenha em mente que, na maioria dos ambientes, a entrada de luz natural é fundamental.

Jardim de inverno embaixo da escada

várias plantas de um jardim de inverno sob uma escada em caracol

O espaço sob a escada muitas vezes pode ser considerado uma área “morta”, porque as opções de utilização são reduzidas. Dependendo da altura e do formato, fica inviável inserir uma estante ou armário, além de ser algo que pode não combinar com a decoração.

Para casas com espaços reduzidos, e que ainda não aproveitaram a área sob os degraus, o jardim de inverno é uma excelente alternativa. Uma boa estruturação pode passar a impressão visual de amplitude, além de permitir o embelezamento da área.

Mas atenção: em geral, esses espaços não recebem muita iluminação solar, então atente-se a isso quando for determinar as melhores plantas. 

Algumas opções que precisam de pouca iluminação e crescem em espaços fechados:

  • Lírio da Paz;
  • Maranta;
  • Bromélia;
  • Zamioculca.

Jardim de inverno pequeno

Algumas opções que precisam de pouca iluminação e crescem em espaços fechados:

  • Lírio da Paz;
  • Maranta;
  • Bromélia;
  • Zamioculca.

Jardim de inverno pequeno

Um jardim de inverno pequeno pode ser criado debaixo de uma escada, mas não se limita somente a esse local.

Se em sua casa há um espacinho entre dois cômodos, um espaço na sacada (em caso de apartamentos) ou mesmo uma parede sem utilidade, é hora de colocar a criatividade para funcionar!

A vantagem de trabalhar com espaços menores está na verticalização e no fato de poder recorrer mais aos vasos: dois ou três vasos com as plantas certas, colocados no chão estrategicamente e tendo como fundo uma parede cheia de verde criam um efeito e tanto!

A versatilidade dessa opção permite, inclusive, que você inclua um jardim de inverno no quarto. 

Algumas plantas que podem compor esse cenário:

  • Samambaia;
  • Jibóia;
  • Pacová;
  • Bonsais. 

Jardim de inverno grande

Se em um espaço pequeno já é possível criar algo incrível, imagine o que pode ser criado se você tiver um espaço maior!

Maior variedade de plantas, mais liberdade para “brincar” com os elementos e, claro: mais espaço para inserir algum mobiliário e elementos decorativos. E, se você realmente quer um jardim de inverno grande, saiba que não precisa existir necessariamente um espaço ocioso (e gigante) em sua casa para acomodá-lo.

Muitos imóveis contam com salas amplas, justamente para serem divididas em mais de um ambiente. Se for o caso da sua, que tal criar um jardim que seja integrado a ela? 

Um espaço maior permite ousar mais nas plantas escolhidas, que podem ser maiores. Veja alguns exemplos que podem compor seu jardim:

  • Palmeira Leque;
  • Ráfis;
  • Pata de Elefante. 

2. Analise a necessidade de paredes

homem mais velho com uma criança no colo olhando os arredores de um jardim com teto solar e paredes de material transparente

Muitas espécies de plantas gostam de ambientes mais arejados, e isso deve ser levado em conta na hora de definir se seu jardim de inverno terá ou não paredes.

Caso seja preciso instalá-las por conta de animais domésticos, por exemplo, dê preferência para os modelos feitos em vidro: eles garantirão a iluminação natural e, ao mesmo tempo, permitirão que você e suas visitas possam apreciar o espaço criado.

Nessa etapa, ou mesmo na anterior, analise também a cobertura que ficará sobre as plantas, se é que haverá alguma. O ideal é que exista uma clarabóia, por onde a luz do sol também possa entrar, ou um teto alto, que permita maior circulação do ar

3. Pense na decoração do seu jardim de inverno

Banco em uma varanda externa revelando um jardim caseiro

É comum imaginar uma decoração rústica para um ambiente desse tipo. E, de fato, os elementos tendem a combinar.

Mas, na hora de escolher cada item decorativo, incluindo móveis e redes de descanso, vale a pena se certificar de que todos sejam resistentes, a ponto de poderem receber luz natural todos os dias e até mesmo chuva, caso o jardim de inverno seja planejado para não ter cobertura.

Confira algumas ideias que podem ser colocadas em prática:

Decoração rústica

Pode combinar flores e folhagens com revestimento em pedra (inclusive na parede) e madeira. Para dar a composição rústica ao ambiente, o ideal é que a madeira esteja em diversos elementos, como nos bancos, aparadores, mesinhas e outros móveis. 

Decoração oriental

Já um jardim de inverno com decoração oriental pode contar com elementos como seixos brancos no chão, uma fonte e luminárias. Se as plantas escolhidas incluírem bambu e bonsais, ficará perfeito!

Decoração romântica:

Uma decoração romântica, por sua vez, pode ser composta por muitas flores, bancos com almofadas confortáveis e mantas, e até mesmo velas ou lanternas de papel, que criam uma atmosfera mais aconchegante e intimista.

4. Estude os revestimentos que mais se adequam

Existem diversos tipos de pedra e madeira, entre outros itens, que podem ser utilizados como revestimento.

Por exemplo:

  • Azulejos estampados: para as paredes de jardins de inverno que utilizem folhagens, e não flores (para evitar muita informação visual);
  • Cascas de árvore: são um ótimo revestimento para o chão, desde que o ambiente seja bem iluminado. Caso contrário, podem deixar seu jardim escuro demais;
  • Seixo: conhecido como seixo de rio, esse tipo de pedra também cria um ótimo piso. É uma pedra fria, perfeita para manter o ambiente fresco para as plantas;
  • Pedras grandes: são ótimas para criar um “caminho” no jardim de inverno, marcando o local onde se deve pisar;
  • Piso laminado, de madeira: perfeito para jardins de inverno nos quais as plantas ficam todas em vasos.

Mármore, tijolos, cortiça, madeira e até mesmo a boa e velha tinta também podem servir de ótimos revestimentos, tanto para o chão quanto para as paredes.

Enquanto um jardim de inverno grande pode abrigar uma boa variedade deles, outros, menores, exigirão um olhar mais analítico para a escolha ser certeira. Vale a pena pensar com calma em quais revestimentos mais combinam com o jardim em si, e com a casa como um todo. 

5. Pense com carinho nas plantas que deseja ter

Toda planta enriquece a decoração de uma casa de alguma forma. Mas, se tratando da criação de um jardim de inverno, a escolha deve ser estratégica.

Isso porque cada planta escolhida deve cumprir 3 funções:

  • Ser suficientemente resistente, a depender do estilo adotado no jardim;
  • Combinar com as demais plantas escolhidas;
  • Agregar à decoração e/ou ao paisagismo da casa.

Leia também: Selvas urbanas: como usar as plantas para decorar e purificar o ar da sua casa

6. Em caso de dúvidas, contrate um profissional

Mesmo já tendo em mente um local para montar um jardim de inverno dentro de casa, você poderá perceber, durante o processo, que ele não é o ideal. Isso sem contar o fato de que a montagem em si pode ser mais trabalhosa do que parece.

Mas isso, claro, não deve ser motivo de desistência!

Em casos de dúvidas ou dificuldades, sempre é possível contar com profissionais especializados nesse tipo de trabalho. Eles te auxiliarão em todas as etapas: desde a análise do local pré-determinado até a escolha das plantas, da decoração e dos revestimentos.

Plantas para jardim de inverno: algumas opções para você escolher

banco de madeira em estilo de teia com plantas ao redor

Agora que você já conhece o “passo a passo” para criar seu jardim de inverno, é hora de voltar ao tópico “plantas”, sejam elas de luz, sombra ou meia-sombra.

Veja, abaixo, algumas das opções mais utilizadas por quem não abre mão de ter uma casa aconchegante e repleta de verde:

  • Lírio da Paz
  • Bromélia
  • Suculentas
  • Pau D’água
  • Cactos (versão mini)
  • Samambaia
  • Orquídeas
  • Babosa
  • Espada de São Jorge
  • Rosa do Deserto
  • Palmeira Ráfis
  • Bambu da Sorte

Com certeza você gostará de pelo menos uma das plantas listadas acima. Mas, não se esqueça: a escolha das plantas utilizadas em seu projeto deve ser feita com base em fatores como ventilação e iluminação, e não somente em gosto pessoal. 

Caso contrário, infelizmente, a tendência é que seu jardim de inverno perca a vida com o passar do tempo.

Leia também: Terrário: tudo o que você precisa saber para ter uma decoração viva na sua casa

Encontre um imóvel para montar o seu jardim de inverno

Como foi possível notar, é perfeitamente possível conviver com uma área verde bem planejada, mesmo não tendo quintal.

Mas, ter uma casa com mais natureza vai muito além de colher benefícios como conviver com o verde e respirar um ar mais puro, em umnum ambiente mais aconchegante.

Ao montar um jardim de inverno em casa e mantê-lo devidamente cuidado, você automaticamente agrega ainda mais valor ao imóvel. E isso, na hora de uma possível negociação, fará toda a diferença!

Seja para se mudar futuramente, ou mesmo para encontrar agora um imóvel que tenha os espaços ideais que você procura para criar seu jardim de inverno dos sonhos, conte com o QuintoAndar, a maior imobiliária digital da América Latina! 

Acesse o site agora mesmo e conheça casas incríveis em mais de 40 cidades brasileiras: uma delas com certeza pode ser seu novo lar.

Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar
Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar Conheça aqui