Buscar um novo imóvel pra morar é algo que demanda pesquisa, critérios pré-estabelecidos e muito envolvimento. Afinal, você sempre vai querer um lugar onde se sinta bem e possa chamar de lar. Ao final desse processo, a mudança de endereço já se torna familiar pra você. Mas é preciso deixar avisado, pra quem interessa, onde você está morando. E é nessa hora que você tem que correr atrás de algumas questões práticas.

Listamos aqui 9 providências que você precisa tomar pra não ficar com nenhuma pendência de contas, serviços ou documentos.

1. Titularidade do condomínio

O pagamento do condomínio é de responsabilidade do inquilino. Portanto, a mudança de titularidade deve ser feita até o segundo mês.

No QuintoAndar, o primeiro boleto de condomínio é pago pelo proprietário. E, no mês seguinte, o inquilino reembolsa apenas o valor referente aos dias que residiu no imóvel. As datas de vencimento podem variar de acordo com as regras da administradora do condomínio. Fique de olho pra não atrasar!

2. Pacotes de TV e internet vão com você

Você já assina um pacote de TV e internet e não quer trocar? Então verifique se a prestadora do serviço está disponível no seu novo endereço. Caso esteja, você não vai precisar fazer um novo pacote. Basta transferir a assinatura já existente e pedir para a operadora religar tudo na casa nova.

3. Mudança de endereço nas contas

A responsabilidade pela mudança de endereço do titular nas contas de luz e água é do inquilino. Pra ligar os serviços essenciais no novo apartamento e fazer a transferência de titularidade, você precisa entrar em contato com os fornecedores da sua cidade.

4. Não encane com o gás

Se você está se mudando pra um lugar com gás encanado, será preciso entrar em contato com a empresa fornecedora do serviço. Portanto, solicite a instalação o quanto antes, pois é possível que demore alguns dias.

Uma dica: se você comprou um fogão novo pra casa nova, os fabricantes costumam fazer a conversão gratuitamente num prazo de 90 dias após a entrega. Aproveite essa vantagem, pois os aparelhos saem de fábrica prontos para o gás de botijão (GLP).

No caso de fogões mais antigos, que nunca tenham operado no gás encanado, você terá um gasto com a conversão. Veja com a sua concessionária ou entre em contato com uma autorizada do fabricante.

Quer saber como fazer com as contas de luz, água e gás? Veja as orientações que o QuintoAndar passa para os inquilinos nas cidades atendidas pela empresa.

5. Seu paradeiro pro banco

Hoje em dia, quase tudo é feito pela internet. Estar perto da sua agência de origem no banco não é mais fundamental. Você pode até morar em outro estado sem precisar transferir a sua conta. Mas uma coisa é importante que você faça: atualize seu banco sobre a sua mudança. Assim, você não corre o risco de ter correspondências enviadas pro endereço antigo.

6. Contas em geral

Seja a cobrança da conta de telefonia móvel ou o boleto da mensalidade de algum clube do qual você é sócio. Se você não cuidar de trocar o endereço, pode acabar ficando sem suas contas e devendo na praça.

Portanto, atualize o seu endereço. E, de preferência, para acabar com qualquer dúvida, opte pelo recebimento por e-mail. É mais prático e economiza papel.

7. Entregas agendadas

Muitas pessoas que se mudam pra um lugar aproveitam pra dar uma renovada nos móveis ou itens de decoração. Se este for o seu caso, não deixe de verificar se a portaria recebe encomendas. E se tem algum horário específico para esse recebimento. Assim, poderá fazer suas compras de forma mais tranquila.

8. Transfira seu título de eleitor

Numa mudança de endereço dentro do mesmo município, transferir sua zona eleitoral não precisa ser prioridade zero, apesar de ser recomendável. O que vai acontecer é que você terá que votar um pouco mais longe de sua nova casa.

Caso tenha se mudado para outro município ou estado, aí essa mudança é fundamental. Até porque, o voto no Brasil é obrigatório. E não participar de uma eleição pode significar multa e alguns transtornos importantes, como impedimento pra tirar passaporte, por exemplo.

Pra transferir seu título de eleitor, compareça ao Cartório Eleitoral que atenda sua região. Mas é preciso alguns pré-requisitos pra fazer essa mudança:

  • Residir no município, no mínimo, há três meses;
  • Ter passado, no mínimo, um ano da data da emissão do título ou da última transferência;
  • Fazer a solicitação pessoalmente. Não é permitido solicitar por meio de procurador;
  • O atendimento nos cartórios eleitorais ou nos postos de atendimento é realizado por agendamento, por meio dos Tribunais Regionais de cada estado;
  • A transferência pode ser feita em qualquer momento do ano. Com exceção de anos eleitorais. Neste caso, o serviço é suspenso no período que compreende os 150 dias antes do pleito até a conclusão dos trabalhos de apuração em âmbito nacional.

9. Delivery no endereço certo

Uma das principais razões de pedir uma comida em casa por um aplicativo é toda a agilidade do processo. E você não vai curtir, na hora em que bater aquela fome, ter que atualizar seu cadastro durante o pedido. Por isso, antecipe-se e atualize seu endereço em serviços de delivery. E também nas lojas virtuais onde costuma comprar com frequência.

E aí, todo mundo já sabe da sua mudança de endereço?