Plantas no banheiro: saiba quais espécies escolher pra decorar o ambiente

Veja mais dicas imperdíveis do Botânica e Tal

Plantas no banheiro: saiba quais espécies escolher pra decorar o ambiente

Depois das varandas com plantas, a Botânica e Tal está de volta ao MeuLugar com mais uma dica pra você deixar a sua casa mais verde e bonita. Desta vez, os sócios Vanessa Guerreiro e Marcello Bozzini falam sobre plantas em banheiros, um lugar que pode favorecer diferentes espécies, de acordo com o grau de luminosidade e umidade.

Umidade não é inimiga

Ao contrário do que muita gente pensa, a umidade não é um impeditivo no cultivo de plantas em banheiros. Pelo contrário! Segundo Vanessa, dependendo da espécie, esse elemento pode ser até favorável. Cada banheiro tem sua característica. E o importante é escolher o tipo de planta certa pro local.

“E eu sempre costumo dizer que o ambiente onde você vai colocar uma planta não importa. Você pode colocar plantas em qualquer lugar. Até mesmo num lavabo, por exemplo, desses que ficam no meio de corredores e têm pouca luz, por não terem janelas”, diz Vanessa.

Plantas em banheiros com muita luz

De acordo com a sócia da Botânica e Tal, no caso de plantas em banheiros grandes e com boa iluminação, qualquer espécie pode se adaptar. Sendo que aquelas que gostam mais de umidade, inclusive, acabam se dando até melhor.

“Algumas plantas gostam muito de umidade. Vou dar um exemplo bem dos anos de 1980, que nem é um planta que eu gosto muito: a Violeta. Ela adora ambientes mais úmidos. A própria samambaia, que é muito popular. Enfim, plantas típicas da Mata Atlântica se dão bem nesse tipo de ambiente”, afirma a empresária.

Plantas em banheiros com pouca luz

Pro caso dos já citados lavabos, que costumam ser mais escuros, Vanessa sugere o uso de plantas mais resistentes. Que sejam capazes de aguentar um período maior sem a incidência de luz.

“Opte por plantas mais rústicas, como a Jiboia, a Zamioculca ou a Espada de São Jorge. E no caso de ser realmente uma caverna, pra não ser uma maldade com a planta, considere ter pelo menos duas plantas – das espécies mais resistentes. E reveze os locais dessas plantas, pra que aquela que irá ficar no lavabo não passe tanto tempo sem luz. Enquanto uma fica no banheiro, a outra fica na sala ou qualquer outro canto iluminado da casa”, sugere a especialista.

Sobre a Botânica e Tal

Criada por Vanessa Guerreiro, que abandonou a carreira de uma vida inteira como jornalista no final de 2016, a Botânica e Tal funcionou por dois anos apenas com vendas pelas redes sociais. Até que a empresa foi convidada para fazer o projeto paisagístico do Modernista Coffee Stories, um café temático, instalado no térreo do prédio de Oswaldo Bratke, próximo ao centro de São Paulo.

Primeira loja física

O projeto acabou virando uma loja física no local, inaugurada em janeiro de 2019. E fez com que Vanessa fosse atrás de um sócio: o cineasta Marcello Bozzini, que passou a tocar o negócio junto com ela.

Além de fazer a curadoria das plantas do Coffee Stories e vender seus próprios vasos e arranjos no local, a Botânica e Tal faz projetos de botânica e jardinagem sob encomenda.

Fique ligado, pois Vanessa e Marcello trarão mais dicas, pelas próximas semanas, pra quem deseja fazer belas decorações com plantas em casa.

Cidades