Já pensou em ter uma “cascata verde” na sua casa? Achou estranho? Calma! Estamos falando de plantas pendentes. Aquelas espécies que não se limitam apenas aos vasos onde são cultivadas e fazem questão de transbordar toda sua exuberância pelo ambiente onde estão dispostas. Não por acaso, são adoradas por decoradores e paisagistas, tanto para áreas internas quanto externas. 

Neste artigo, vamos te dar dicas sobre as espécies de plantas pendentes mais adequadas para a sua casa e como cuidar delas. Aliás, essa cascata, não necessariamente, precisa ser apenas verde, pois há tipos de plantas com belas flores e folhas com cores diversas que podem embelezar ainda mais qualquer ambiente. 

Navegue pelo conteúdo:

Jardim vertical

O conceito de um jardim vertical, necessariamente, passa pelas plantas pendentes e também pelas trepadeiras. Afinal de contas, muitas das espécies usadas nesse tipo de decoração têm essa característica. 

A forma mais comum – e cada vez mais usada – de jardim vertical é disponibilizar uma parede completa e cobrir toda sua área de plantas. Essa tendência tem aparecido, por exemplo, em muitas varandas de apartamentos, sendo chamada de “parede viva”. 

Plantas pendentes em um jardim vertical que decora uma sala de jantar.

Planta trepadeira ou plantas pendentes?

A diferença entre planta trepadeira e pendente, basicamente, está exatamente nas palavras que classificam ambas: quem trepa sobe em alguma coisa, enquanto pender significa ficar pendurado. 

De acordo com a paisagista Maria Goreth Pereira, ouvida recentemente para uma reportagem do jornal Correio Braziliense, as trepadeiras geralmente se desenvolvem melhor quando plantadas diretamente no solo, próximas a pergolados ou cercas. E apesar de serem mais comuns em áreas externas de casas, também podem vingar em apartamentos. Para isso, no entanto, devem ser plantadas em vasos mais profundos e precisam de suporte onde possam se enroscar.

+ Leia também:
Horta em apartamento: saiba como montar e cultivar a sua
Plantas de sombra: quais as espécies mais indicadas para dentro do apartamento ou casa

Já as plantas pendentes se dão bem tanto em áreas externas quanto internas. Mas, também de acordo com a paisagista entrevistada pelo Correio Braziliense, são plantas que precisam ter espaço para crescer e, por isso, precisam estar longe do chão. O que nos leva ao próximo tópico.

Porém, aqui está a pegadinha: muitas plantas usadas como pendentes também podem ser trepadeiras, pois têm facilidade de se fixarem em determinadas paredes, arames, árvores e outras diferentes estruturas e, com isso, crescer para cima. 

Conheça a maior imobiliária digital do país: simples, prática e segura! Conhecer

Vasos suspensos

A melhor forma de ter plantas pendentes em casa é com vasos suspensos. O importante, como já dissemos, é a planta estar longe do chão. Ou seja, ter um vão para fazer exatamente o que a sua natureza pede: pender, se pendurar.

E existem várias formas de você deixar um vaso suspenso na sua casa. Veja algumas:

  • Fixado diretamente na parede: há diversos modelos de vasos de parede no mercado);
  • Pendurado em suportes para vasos: esse tipo de estrutura, por sua vez, fica fixada em uma parede, enquanto o vaso fica suspenso por correntes, cordas ou por um macramê;
  • Fixado e pendurado no teto;
  • Posicionado em uma prateleira alta;
  • Colocado em um tripé para vaso alto;
  • No alto de uma estante.
Exemplos de vasos suspensos de diferentes formas: fixado na parede, pendurado ou, ao fundo, perto do batente da porta, preso ao teto e posicionado sobre uma ripa de madeira
Vaso suspenso, no alto de uma estante
Exemplo de um vaso suspenso por um macramê
Modelo de vaso suspenso que pode ser fixado em qualquer parede (Mercado Livre)

Tipos de plantas pendentes

São várias as espécies de plantas pendentes que você pode ter na sua casa. E a escolha vai variar, principalmente, de acordo com o espaço que você tem e o ambiente. Veja aqui algumas das mais comuns.

Jiboia

Provavelmente a mais comum e mais clássica entre todas as plantas pendentes, a jiboia é muito conhecida por ser uma espécie resistente e que se adapta bem, principalmente, a áreas internas. Inclusive em lugares mais enclausurados e com pouca luz solar direta, como pode acontecer em um banheiro ou um lavabo, por exemplo.

Plantas pendentes: imagem mostra algumas plantas do tipo jiboia presas a uma parede.
Jiboia

Hera

Assim como a jiboia, a hera é uma planta que prefere ambientes com um pouco mais de sombra e sem luz direta do sol. É muito fácil de ser cultivada e se dá bem tanto em áreas internas quanto externas. Também é bastante utilizada em muros, quando assume uma função de trepadeira.

Plantas pendentes: imagem mostra um muro com uma parte coberta de plantas do tipo hera.
Hera

Samambaia

Volumosa e ideal para ambientes internos, a samambaia é outro clássico entre as plantas pendentes. Gosta de umidade, porém é pouco resistente a ventos fortes, não sendo tão recomendada para áreas externas. 

Plantas pendentes: imagem mostra um vaso suspenso com uma samambaia.
Samambaia

Peperômia

É uma planta que gosta de claridade. Por isso, o ideal é que fique perto de janelas. Mas ela não se dá bem com a luz solar direta em horários de maior incidência, então, se for para pegar sol, que seja nas primeiras horas da manhã.

Plantas pendentes: imagem mostra um vaso visto de cima com a planta da espécie peperômia.
Peperômia

Colar de pérolas

Um tipo muito particular de suculenta. Delicada e leve, gosta mais de umidade do que suas “primas próximas” e se dá bem com luminosidade, inclusive luz solar direta, porém não nos períodos mais quentes do ano, preferindo temperaturas mais amenas. No verão, o ideal é que pegue sol direto apenas pela manhã.

Plantas pendentes: imagem mostra um pequeno vaso preto, dentro de um cesto de tecido trançado, com uma planta do tipo colar de pérolas.
Colar de pérolas

Costela-de-Adão

Uma planta exuberante e com uma folhagem de um verde mais escuro, é uma espécie que gosta de luminosidade, porém não de luz solar direta. Fica bem em lugares com sombra, mesmo preferindo os mais iluminados. Para mantê-la bem, seu solo deve estar sempre úmido, mas não encharcado. 

Plantas pendentes: imagem mostra um vaso branco com diversas folhas de Costela-de-Adão pendendo para fora.
Costela-de-Adão

Sol ou sombra?

O sol é um elemento muito importante para as plantas – tanto para o bem quanto para o mal. Algumas gostam de raios solares diretos, outras detestam e outras, ainda, ficam em um meio-termo. 

Vamos ver quais espécies se adaptam melhor de acordo com cada tipo de condição de exposição: 

Plantas pendentes de sol

  • Petúnia
  • Trapoeraba-roxa
  • Sapatinho de judia
  • Rabo-de-Burro
  • Begônia Asa de Dragão
  • Dedo de Moça
  • Lambari
  • Jade azul
  • Gerânio Pendente
  • Erva-da-Graça

Plantas pendentes de sombra

  • Jiboia
  • Peperômia
  • Samambaias
  • Avenca
  • Corações emaranhados
  • Dinheiro-em-penca
  • Hera Inglesa
  • Flor de Maio
  • Chifre de Veado
  • Colar de Pérolas
  • Singônio
  • Costela-de-Adão

Encontre um imóvel ideal para você e suas plantas pendentes

Uma decoração mais verde deixa qualquer lar mais bonito e aconchegante, não é mesmo? Por aqui, você encontra essa e várias outras dicas para deixar a sua casa com a sua cara.

Outra coisa fácil de encontrar é um novo imóvel para morar pelo QuintoAndar, seja para comprar ou alugar. Somos a maior imobiliária digital da América Latina, presente em mais de 40 cidades de 14 estados diferentes das cinco regiões do Brasil. 

Em nosso site ou no app, você pode buscar imóveis usando mais de 70 filtros na pesquisa, o que torna a sua procura mais ágil e assertiva. Aproveite agora para encontrar o lar dos sonhos para você e suas plantinhas!