O Portas Abertas é a nova editoria do MeuLugar onde vamos contar histórias de pessoas que alugaram, compraram ou venderam seus imóveis com o QuintoAndar. E o nome não é por acaso: nós abrimos as portas para elas viverem melhor, e elas nos abriram as portas para compartilhar suas experiências

Abrindo as Portas

Ter um cantinho para chamar de seu é reconfortante. Além disso, conquistar a sua independência e ter sua individualidade preservada são o que muitas pessoas buscam como metas de vida. 

É o caso da Ana Lúcia Pitta, redatora mineira de 34 anos, que fez sua segunda mudança do interior de Minas Gerais para São Paulo e, agora, morando sozinha, vive a realização de um sonho em um espaço só para ela e seu recém adotado gatinho, o Fumaça. 

Analu faz parte dos 2% de pessoas que têm o desejo de morar sozinhas, de acordo com a pesquisa do Censo QuintoAndar

Leia também: Vai morar sozinho ou sozinha pela primeira vez? Confira as nossas dicas

O Perrengue

Dificuldade de encontrar um fiador

A mineira conta que sua maior dificuldade na capital paulista, desde sua primeira mudança para São Paulo, em 2017, foi conseguir um fiador. Afinal, mudar para outra cidade, sem parentes ou conhecidos, já é um desafio – que se torna ainda mais complicado quando se precisa de um fiador de aluguel.

Na primeira vez que saiu de casa, a redatora decidiu morar com os amigos mineiros na capital paulista em busca de melhores oportunidades de trabalho. E essa é uma situação para 12% das pessoas que se mudam: elas vão morar com amigos, assim como Milton Nascimento quando compôs o “Clube da Esquina”, um dos discos mais importantes da história da música brasileira. 

A ideia de morar em São Paulo sempre trouxe muitas inseguranças. Afinal, seus amigos eram de outro estado e não tinham conhecidos na capital paulista. Ana já imaginava que o processo para alugar seria mais complicado: “É muito difícil alugar sem ter alguém da família em São Paulo. Várias imobiliárias que eu consultei pediam fiadores com 2 imóveis na cidade!”, desabafa Analu. 

Morar longe da família e conhecidos

Em 2020, com o início da pandemia, Analu e os amigos decidiram entregar o apê alugado em SP, já que o afastamento social acabou se estendendo por mais tempo do que o esperado. Todos decidiram retornar para Minas para ficar perto da família durante esse período de incertezas, embora suas rotinas já estivessem consolidadas na capital paulista. 

E um pensamento que não saía da cabeça de Analu era como conseguiria alugar um novo imóvel quando retornasse sozinha à cidade de São Paulo, assim que as restrições da pandemia ficassem mais flexíveis. A mineira se encantou pela cidade, e a saudade constante fez com que o retorno se tornasse um plano concreto para conquistar a sua tão sonhada independência.

Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar
Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar Conheça aqui

De malas prontas

Fiador? Aqui não!

Lá atrás, na mudança com os amigos em 2017, Analu conta que o QuintoAndar ajudou muito por oferecer a composição de renda na hora de alugar, porque eles conseguiram atingir a renda mínima necessária para uma avaliação de crédito positiva

Essa avaliação tornou desnecessária a figura do fiador. E foi justamente por conta disso que ela escolheu alugar o segundo imóvel na mesma plataforma, no início de 2022.

 “Não conheço ninguém em São Paulo que tenha o perfil de fiador, a minha família está toda em Minas Gerais. Então eu sempre pensei no QuintoAndar por não precisar de fiador.” 

Ana Lúcia Pitta, 34 anos

Leia também: Aluguel sem fiador é possível? Como conseguir um imóvel com mais facilidade

Ampla oferta de imóveis

Analu queria morar sozinha em SP, mas também desejava estar próxima dos amigos da cidade natal. Então, enquanto estava hospedada na casa de uma amiga – cuja localização ela adorou – aproveitou para checar se não tinha um apê disponível no mesmo prédio. “O apartamento está no QuintoAndar?”.  Estava!

Sem esperar, ela alugou de forma totalmente independente e autônoma, do que jeito que desejava, sem a necessidade de fiador e através de um processo totalmente online.

Suporte na plataforma

O conforto e o alívio que Analu sentiu ao encontrar um apê no mesmo prédio que a amiga, e, assim, ter apoio emocional no seu recomeço em São Paulo, foram tão positivos quanto o suporte que teve do proprietário do imóvel que alugou. 

Coincidentemente, a semana de entrada no novo lar era a semana de início no novo trabalho. Então, a inquilina entrou em contato com o proprietário pelo chat e pediu a antecipação de sua entrada, para poder fazer a mudança com calma – e ele prontamente concordou. 

Analu comenta que a facilidade de conseguir resolver tudo na plataforma online, podendo tratar de dúvidas diretamente com o proprietário através do chat, a deixam mais confiante para resolver suas pendências de forma agilizada. 

Um novo começo

Desde o início de 2022 no seu novo apê, Analu, além de morar sozinha e no mesmo prédio que a amiga, conseguiu um lar que aceitasse seu gatinho recém adotado, o Fumaça. E ela diz sorrindo que esse foi outro grande sonho realizado: ter a companhia e o amor de um pet. 

Agora em São Paulo, a mineira afirma que o QuintoAndar surge nas rodas de amigos sempre que o bate-papo é sobre mudança. “Eu brinco que uma das coisas que eu mais ouvi quando cheguei em São paulo foi: você precisa usar o QuintoAndar para alugar”, comenta. 

E afirma que, de fato, ter alugado com a maior plataforma de moradia da América Latina foi sua melhor decisão. 

“Em uma mudança de cidade além de toda a burocracia, tem a parte emocional que é deixar para trás todo mundo que você convive. E ter o QuintoAndar para resolver as burocracias é essencial.”

Ana Lúcia Pitta, 34 anos

Acompanhe o Portas Abertas para conhecer mais histórias de pessoas que alugaram, compraram ou venderam seus imóveis pelo QuintoAndar. Tem uma história bacana também? Conte aqui nos comentários! 

Alugue sem complicação e sem fiador.
Alugue sem complicação e sem fiador. Encontre seu próximo lar