Conquistar a compra do primeiro imóvel não significa ter que parar por aí. Muitas pessoas que cogitam essa possibilidade, até como uma forma de investimento, por exemplo, de embarcar novamente nessa jornada e adquirir uma segunda propriedade. Mas você pode estar se perguntando: eu posso financiar dois imóveis ao mesmo tempo? 

Sim, você pode ter quantos financiamentos quiser. No entanto, existem algumas restrições e também algumas coisas que você precisa levar em consideração na hora de fazer um novo financiamento imobiliário. Até mesmo no caso de o seu primeiro bem já estar quitado. 

Uma regra que vale pra compra do seu primeiro imóvel vale também pra um segundo financiamento: você precisa avaliar de forma criteriosa as suas condições financeiras. Precisa ver se terá como arcar com um novo compromisso que poderá durar até 35 anos. 

O papel das instituições financeiras

No final das contas, a aprovação ou não do seu crédito vai sempre estar na mão da instituição financeira na qual você está buscando o financiamento. E pra ter essa liberação, você passará por uma análise de crédito.

A Caixa Econômica Federal, por exemplo, passou a liberar o financiamento duplo em março de 2016, algo que vinha proibindo desde maio do ano anterior. E você sempre tem a opção de buscar financiamentos em bancos diferentes. Mas sabendo que todos irão se certificar da sua capacidade de honrar com a quitação do empréstimo.

Normalmente, os bancos trabalham com um comprometimento em torno de 30% da renda bruta da pessoa que pede o crédito pro pagamento das parcelas. 

Quando NÃO POSSO financiar dois imóveis ao mesmo tempo?

Por lei, algumas programas de crédito imobiliário têm algumas restrições no que diz respeito à liberação de financiamentos. 

O Sistema Financeiro da Habitação (SFH), por exemplo, que é principal programa de financiamento habitacional do país, que é regulado pelo Governo Federal, permite que o contratante do crédito comprometa no máximo 30% de sua renda bruta com as parcelas mensais.

O uso do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço no financiamento imobiliário, por exemplo, é feito dentro do SFH. Caso você esteja pleiteando um este segundo financiamento pelo SFH, o uso do FGTS pela segunda vez não será permitido.

Se, por outro lado, o seu primeiro financiamento foi feito fora do SFH, ainda assim você terá uma restrição pro uso do FGTS: esse segundo imóvel não poderá estar localizado na cidade onde você mora ou trabalha, nem em municípios vizinhos e integrantes da mesma região metropolitana.

Minha Casa, Minha Vida

Aqui, cabe uma explicação específica sobre o programa. O programa foi criado em 2009 pelo Governo Federal pra atender ao déficit habitacional urbano. É destinado a famílias com renda bruta de até R$ 9 mil e é exclusivo para quem não possui nenhum imóvel registrado em seu próprio nome.

Ou seja, se você já tem um imóvel financiado pelo Minha Casa, Minha Vida, não terá como obter um segundo financiamento utilizando o mesmo programa habitacional.

Quando POSSO financiar dois imóveis ao mesmo tempo?

Como você já viu por aqui, mesmo, o que importa pra instituição financeira é que você tenha condições de pagar o empréstimo. Portanto, você sempre pode obter mais de um financiamento usando programas como o Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), linha de crédito imobiliário oferecida pela maioria dos grandes bancos, públicos ou privados, que usam recursos obtidos dos rendimentos da poupança.

Outro programa ao qual você pode recorrer é o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), que engloba os outros tipos de financiamentos imobiliários que não se enquadram nas regras mais rígidas do SFH. Tem suas condições de financiamento definidas pelos próprios agentes financeiros. E, por conta disso, não tem obrigatoriedades como valor máximo do imóvel, comprometimento de renda e mesmo com limite de juros.