Se você está construindo ou reformando o lar, a seguinte dúvida deve ter passado pela sua cabeça: qual o melhor piso para cozinha? Pois saiba que a escolha vai muito além da estética e decoração. 

É necessário considerar uma série de fatores para escolher o novo revestimento para um dos cômodos mais frequentados da casa. Graças às várias opções disponíveis no mercado, fica difícil selecionar só uma. 

Então, confira 5 dicas e respostas para as dúvidas mais frequentes que vão te ajudar na hora de selecionar o melhor piso para a sua cozinha e informações sobre os revestimentos mais indicados.

Você também pode se interessar: dicas de decoração para a sua cozinha!

Navegue pelo conteúdo:

1. Evite acabamento polido

cozinha comprida com bancadas nos dois lados, encostadas nas paredes. Aos fundos, uma janela ampla, dando boa iluminação ao piso que simula um chão com acabamento polido

Os pisos de acabamento polido trazem elegância e beleza ao ambiente. Porém, não são a melhor opção para um lugar onde é recorrente o uso de óleo, água e alimentos gordurosos. Esse tipo deve ser evitado especialmente em casas com crianças ou idosos, porque pode ficar escorregadio. 

É necessário ter muito cuidado em relação ao acabamento do piso que irá revestir toda a sua cozinha. No momento do preparo da batata frita, por exemplo, o óleo pode saltar da panela e cair no chão, contribuindo para acidentes domésticos. 

O ideal é evitar o piso de acabamento polido, mesmo que ele seja uma superfície de alta resistência, baixa absorção de sujeira e fácil de limpar. 

Mesmo assim, se a sua escolha for o polido, temos uma ótima dica para você: coloque tapetes antiderrapantes em lugares com mais chances de acontecerem escorregões, como em áreas próximas à pia. 

2. Prefira pisos de alta durabilidade e fácil higienização

O ideal é que o piso seja fácil de limpar. Na cozinha, água, condimentos, molhos e alimentos gordurosos podem cair no chão. Além disso, a durabilidade e resistência também devem ser altas. 

Essa regra vale tanto para quem busca saber qual o melhor piso para cozinha de apartamento quanto para quem mora em uma casa. 

3. Qual o melhor PEI de piso para cozinha?

cozinha toda branca com piso brilhante, bancadas centralizdas e também bancadas na lateral encostadas na parede. Aos fundos tem a geladeira e um armário de teto

Prefere conhecimentos mais técnicos antes de fazer sua escolha? Não seja por isso, temos um conceito chave para apresentar: a escala PEI para pisos de cerâmica. Ela vai de 0 a 5, e tem o objetivo de classificar a resistência à abrasão. 

PEI – 1, por exemplo, serve muito bem para ambientes pouco frequentados e que não necessitam de limpezas frequentes. Já o PEI – 5 tem alta resistência à abrasão, perfeito para ambientes industriais, comerciais e espaços públicos. 

O piso ideal para cozinhas está no meio do caminho, o PEI – 3, de média/alta resistência. Além da cozinha, os pisos do grupo 3 vão muito bem em quintais, corredores e sacadas. 

4. Qual a cor ideal para piso de cozinha?

A cor ideal depende do que você busca para a sua cozinha. Pisos escuros oferecem sensação de modernismo e elegância, bem como podem passar a impressão de sobriedade ao ambiente. 

Por outro lado, os revestimentos claros e brancos trazem um ar de organização e limpeza, mas sujam com mais frequência, o que pode torná-los menos práticos.

Há quem goste do tom acinzentado ou imitando cimento queimado, algo que combina com decorações em estilo industrial e dão um toque moderno ao ambiente. 

Trazendo um outro ponto de vista, se o seu objetivo é ampliar um ambiente pequeno, escolha um piso claro, pois cores como o branco e creme trazem amplitude, deixam a cozinha maior. 

Enquanto isso, pisos que levam estampas coloridas conseguem trazer vida ao cômodo. Porém, fique atento à combinação: o excesso de estampas e padrões proporciona um efeito negativo na decoração da cozinha. 

5. Não se esqueça da decoração

cozinha com balcão dividindo ambientes, piso preto e branco em estilo xadrez, um relógio na parede ao fundo

Para que haja harmonia no cômodo, a tonalidade, o material e as estampas do piso devem interagir com a decoração escolhida para o cômodo no geral. Então pense bem antes de adquirir o pavimento para a sua cozinha. 

Agora, mais algumas dicas! Essas, de acordo com o tamanho do ambiente. 

Qual o melhor piso para cozinha pequena?

cozinha pequena em tons bege e rosados, com armários formando um quadrado central ao redor da área de cozinhar

Como dito anteriormente, pisos neutros e claros ajudam a ampliar a cozinha. Eles podem ser ladrilhos hidráulicos, porcelanatos ou até mesmo pisos cerâmicos.

Qual o melhor piso para cozinha grande?

cozinha grande, ampla, com balcões em L dividindo o ambiente da área. Frutas e decorações coloridas estão nas bancadas.

Uma cozinha mais espaçosa necessita de pisos sem grandes quantidades de rejunte e que não tenham muitos recortes. A ideia é passar a impressão de piso único, e os porcelanatos grandes são os mais recomendados para essa situação.

Quais os pisos mais indicados para cozinha?

Granito e mármore

piso de granito e mármore em cozinha ampla com abertura para área externa ao fundo, muita iluminação.

O mármore e o granito são pedras naturais e de fácil higienização. O mármore é mais poroso e menos resistente do que o granito, apesar de ser mais elegante. Por sua vez, o granito tem mais resistência e também menos chances de infiltração. Além disso, costuma ser mais barato do que o mármore. 

Por se tratarem de produtos naturais polidos, essas pedras mancham com o passar do tempo, principalmente as de coloração neutra ou clara. Portanto, o ideal é que você opte por tonalidades escuras, como o Preto São Gabriel ou o Verde Ubatuba. 

Porcelanato

cozinha em tons azuis, branco e cinza escuro com piso de porcelanato

Qual o melhor piso de porcelanato para cozinha? Recomenda-se a utilização do porcelanato com pouco brilho, pois a cozinha costuma ser uma área de tráfego intenso, algo que promove a sujeira e aparição de riscos e rachaduras no piso. 

Os grandes atrativos do porcelanato são a alta durabilidade do piso e baixa absorção, ajudando na hora da limpeza. Além da variedade de cores e estampas, existem opções perfeitas para harmonizar com a decoração da sua cozinha.

Os grandes formatos de porcelanatos estão em alta, algumas peças medem 3 metros de comprimento! 

Epóxi

Cozinha comprida com piso epóxi branco e bancadas em madeira escura com tampo de pedra preta

Sabia que o epóxi é ideal para cozinhas pequenas? Também chamado de porcelanato líquido,  pode ser facilmente identificado por conta do seu brilho característico e pela facilidade de limpar.

Essa técnica consiste em revestir pedras, porcelanatos e pisos cerâmicos com resina epóxi, que oferece alta impermeabilização, acabamento perfeito, durabilidade e facilidade na hora da manutenção e higienização – além de proporcionar um ambiente super moderno.   

Ladrilho hidráulico

cozinha ampla com janelas largas e piso de ladrilho hidraulico

O ladrilho hidráulico é produzido manualmente, peça por peça. Seu auge aconteceu no século XIX, mas voltou com tudo nos últimos anos. Instalar esse tipo de revestimento é garantia de resistência, durabilidade e de um ambiente alegre, vivo e com um ar vintage e retrô. 

Eles podem ser colocados com a técnica de patchwork, ou seja, misturando cores e desenhos diferentes, uma espécie de trabalho com retalhos. 

A manutenção é simples: basta limpar a superfície com água e sabão. Além disso, é preciso passar cera líquida a cada 15 dias. Com esses pequenos cuidados, os seus ladrilhos hidráulicos vão durar por anos. 

Vinílico

cozinha pequena com bancadas brancas, parede azul, bancadas de teto. Uma mesa de quatro lugares está no canto oposto às bancadas. O piso dessa cozinha é vinílico

O vinílico é perfeito para quem busca pisos que imitam madeira. Ele se destaca por sua estética e aplicação, que é feita por meio de um adesivo colado no chão. 

Em contrapartida, a resistência deixa a desejar, ainda mais em um ambiente como a cozinha, onde é recorrente o uso de água, molhos, condimentos e alimentos ricos em gordura. 

Pastilhas

cozinha ampla com piso de pastilhas

O piso feito com pastilhas é sinônimo de resistência e durabilidade, mas exigem cuidado e atenção para que uma peça ou outra não se descole ao longo do tempo. Elas podem ser fabricadas com vidro, cerâmica e porcelana, três materiais que vão bem no revestimento de cozinha. 

Existem diferentes tipos e cores de pastilha, basta escolher e aplicar de acordo com a sua imaginação. Misturar colorações pode trazer vida a um dos cômodos mais visitados da casa. A limpeza se resume a água, sabão e detergente neutro. 

Cerâmica

O piso feito de cerâmica é um dos mais conhecidos e usados nos lares no Brasil. Ela é produzida a partir da argila e outros minerais.  E também é lembrada por sua baixa durabilidade, mesmo que ela seja de grupo 3 na escala PEI, de média/alta resistência à abrasão. 

O preço barato leva diversas pessoas a comprarem pisos de cerâmica, já que o custo é bem inferior se comparado ao porcelanato. Outro atrativo tem a ver com a estética, pois existem diversos formatos, texturas, cores, estampas e desenhos disponíveis para escolher. 

Depois de definir o melhor piso para a sua cozinha, é hora de decorá-la!

Se você já definiu qual o melhor piso para a cozinha levando em conta suas preferências e estilo de vida, é hora de buscar a cozinha perfeita. Com o QuintoAndar, você encontra a casa dos seus sonhos e com os ambientes do jeito que sempre quis!

Com mais de 70 filtros de pesquisa disponíveis, você consegue ver imagens reais dos imóveis do espaço, tiradas por fotógrafos profissionais, e ainda fazer um tour virtual. Tudo isso para agilizar e facilitar a sua escolha de apartamento!