Minimalistas e acumuladores: pessoas opostas podem viver em harmonia

Vale pra casais e amigos que dividem apartamento. O importante é respeitar a individualidade

Minimalistas e acumuladores: pessoas opostas podem viver em harmonia

Um casal ou amigos que dividem um apartamento podem conviver sob o mesmo teto mesmo sendo diferentes. Com conversa e organização, até mesmo acumuladores e minimalistas conseguem viver em harmonia.

O site gringo Realtor, nos Estados Unidos, publicou recentemente um artigo falando justamente sobre esses dois tipos de perfis. Eles conversaram com especialistas para saber como um casal com diferentes método de organização – ou falta dela – podem manter a paz em casa.

Veja algumas conclusões:

Crie espaços pessoais

A ideia aqui é que cada pessoa tenha um espaço pré-definido. E ele poderá estar limpo ou desordenado. Da forma como a pessoa desejar. Sem nenhum tipo de crítica do outro.

No entanto, a especialista em organização Jennifer Snyder alerta: “se as coisas começarem a sair do espaço pra área comum, elas precisam ser reduzidas”.

Estabeleça limites pra viver em harmonia

Pra casa ser considerada “limpa” de verdade pelos moradores, é preciso que eles entrem num acordo e criem os parâmetros. E isso pode ser feito com regras básicas, do tipo: não comer na cama; tirar o lixo na hora certa e lavar pratos, copos e talheres logo depois de usá-los.

Outro limite que pode ser estabelecido é o tempo pra que certos objetos fiquem fora do lugar. Assim, a pessoa minimalista terá permissão de jogar fora o que estiver sobrando. E o acumulador terá a certeza de que suas coisas não serão perdidas caso prazo seja respeitado.

Separe uma caixa pro acumulador

Viver em harmonia - Caixa para o acumuldor

Se o acumulador da relação tem dificuldades pra se separar de suas coisas, coloque-as em uma caixa. E deixe que ela permaneça como um “backup de segurança” por alguns meses. Dessa forma, a pessoa pode voltar a um item que sente falta.

Se a caixa permanecer intocada um tempo pré-determinado, ela será doada ou descartada.

Não jogue nada fora sem consultar o outro

Mas faça o que fizer, não descarte nada sem avisar a outra pessoa. Isso pode levar a grandes problemas no futuro, caso o item tenha algum valor pro outro.

Apenas aceite

Numa relação sob o mesmo teto, seja entre um casal ou amigos, os dois lados acabam tendo que ceder um pouco. E sempre pode haver necessidade de relaxar alguns padrões. O mais importante é conversar pra viver em harmonia.

E na sua casa, como é o nível de organização? Está mais pro minimalismo ou pro acúmulo?

Cidades