Não é novidade que o ABC Paulista se revela como uma das principais regiões com potencial econômico do Brasil. Mas é também nesta região que as áreas verdes de alguns municípios se destacam em pleno cenário urbano, como é o caso especial de um parque em São Bernardo do Campo: o Parque Raphael Lazzuri.

Neste artigo, você vai conhecer um pouco mais não apenas sobre o Parque Raphael Lazzuri, mas também sobre diversos outros pontos de área verde da cidade do ABC Paulista.

+ Leia também:

– 7 parques em Santo André que valem a pena visitar

Navegue pelo conteúdo:

Áreas de preservação

Situada em uma área privilegiada pela vegetação remanescente da Mata Atlântica, o segundo maior bioma brasileiro depois da Floresta Amazônica, São Bernardo possui a maior área verde da Região do Grande ABC.

A cidade, que está avaliada entre as 10 mais inteligentes da Capital Paulista, de acordo com o Ranking Connected Smart Cities, integra a Área de Proteção e Recuperação Ambiental do Reservatório Billings (APRM-B), um dos mais importantes mananciais de abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo.

Além de contar com cerca de 40 praças-parque distribuídas por diversos bairros, dos quase 20.000 hectares de vegetação nativa em São Bernardo, cerca de 11.000 pertencem ao Parque Estadual da Serra do Mar, maior área contínua da Mata Atlântica do Brasil. O acesso pode ser feito pelo percurso histórico na divisa com Cubatão, pela Estrada Caminho do Mar.

Por conta de pelo menos 80% de todo o território municipal estar em áreas protegidas, como unidades de conservação e território indígena em demarcação, alguns dos principais espaços verdes ficam nos próprios parques de São Bernardo do Campo. 

Vamos conhecê-los a seguir.

Parque em São Bernardo do Campo

Parque Raphael Lazzuri (Parque Municipal Cidade de São Bernardo)

Com uma área de 25.000 m², o Parque Municipal Raphael Lazzuri (foto que abre este artigo), também conhecido como Parque Cidade de São Bernardo, está localizado no bairro Anchieta, um dos bairros centrais mais nobres do município. O espaço, que é um dos mais populares da cidade, atende a todas as faixas etárias e inclui diversas atrações para lazer.

Além de atividades esportivas e de contemplação da natureza, os visitantes podem apreciar o curso d’água sobre parede de pedra em forma de cascata e utilizar as pistas para cooper e caminhada. Já para os pequenos, brinquedos infantis estão disponíveis no parque, assim como a entrada dos pets também está autorizada (com guias e focinheiras, se for o caso).

O parque oferece ainda uma área destinada ao entretenimento, com teatro de arena ideal para espetáculos gratuitos (como circo), além de lanchonete, sanitários e fraldário. A infraestrutura do parque também possui sinalização para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

O parque, que está situado em um local onde era um viveiro, possui fragmentos remanescentes da Mata Atlântica preservados no projeto do parque. No entanto, não é permitida a entrada de bicicletas, bolas, skates, patins e outros pertences do tipo.

O horário de funcionamento do parque é de segunda a domingo, das 6h às 22h. Como o local não contempla estacionamento, os visitantes podem deixar seus automóveis no ginásio poliesportivo da cidade, próximo da região do parque. No mesmo bairro também está situado o campus da Universidade Federal do ABC.

Parque Natural Municipal (PNM) Estoril Virgílio Simionato

(Foto: Secretaria Municipal de Turismo e Eventos de São Bernardo do Campo)

Localizado no bairro Riacho Grande, próximo à Represa Billings, o Parque Natural Municipal (PNM) Estoril Virgílio Simionato, criado em 1955 e transformado em 2013, é uma Unidade de Conservação com uma área que supera 300.000 m². Repleto de trilhas e equipamentos de lazer, o espaço possui diversas atrações para toda a família.

Em trecho de Serra do Mar, a região é um importante refúgio da avifauna brasileira. Também por conta disso, o parque possui Zoológico e Centro de Recepção e Recuperação de Animais da Fauna Nativa, oferecendo abrigo a animais selvagens acidentados ou encontrados em situação de risco, recolhidos em ações de fiscalização ambiental. Além das belezas naturais, o parque oferece diversas atrações que costumam funcionar da seguinte maneira:

  • Teleférico: R$16,00 (ida e volta) / R$10,00 (só ida ou só volta) 
  • Pedalinhos: R$ 25,00 (20 minutos 2 adultos e 1 crianças)
  • Pedalão: R$ 50,00 (20 minutos 4 adultos e 2 crianças)
  • StandUp: R$ 50,00 (por hora de passeio)
  • Caiaque: R$ 15,00 (por 40 minutos de passeio)
  • Alimentação: quiosques e barracas de alimentação
  • Zoológico: Gratuito

O período de funcionamento do PNM Estoril é de quarta a domingo, das 9h às 17h, com entradas custando R$ 3 por pessoa (pedestre ou ocupante de veículos – estacionamento também é cobrado). No entanto, na própria administração do parque, apresentando documento com foto, foto 3×4 e comprovante de residência, moradores da região conseguem fazer uma carteirinha que oferece gratuidade para entrar.

Uma dica importante para visitantes é seguir atentamente às regras indicadas para os devidos cuidados de preservação da área. É preciso lembrar ainda que todas as atrações, inclusive a entrada, somente podem ser pagas em dinheiro.

Já nas imediações do parque, mais especificamente na saída no trevo de acesso ao Riacho Grande (km 29 da Via Anchieta) está localizada a Prainha do Riacho Grande, outra opção de lazer para quem pretende passar o dia aproveitando o que tem próximo ao parque. Lá também é realizada a tradicional Feirinha do Riacho Grande, com artesanatos e barracas de alimentação.

Na região do parque está próxima ainda a sede da prefeitura, a UBS Riacho Grande, além de restaurantes e outros serviços básicos.

Parque Municipal Engenheiro Salvador Arena

(Foto: Secretaria Municipal de Turismo e Eventos de São Bernardo do Campo)

Menor em relação aos anteriores, o Parque Municipal Engenheiro Salvador Arena está localizado no bairro Rudge Ramos, o maior de São Bernardo do Campo, e vizinho aos bairros Taboão, Paulicéia e Anchieta.

Apesar do tamanho, a região em que o parque está presente faz com que os moradores desfrutem de boas opções de lazer no dia a dia. Uma das principais atrações do parque fica por conta do aquário de água doce, um dos maiores do Brasil, com quase 40 m de extensão e diversas carpas que atraem visitantes. Além disso, sua infraestrutura oferece ainda:

  • Pista de cooper/corrida
  • Teatro de arena
  • Playground
  • Equipamentos de ginástica
  • Lanchonete
  • Fraldário
  • Posto médico
  • Sanitários
  • Sistema de som ambiente
  • Espaço para bicicletas
  • Acessibilidade por rampas e braille

Funcionando de segunda a domingo, das 6h às 21h, o parque está próximo ainda da Praça dos Meninos, do Mercado Municipal, do Hospital Sancta Maggiore e da Universidade Metodista de São Paulo.

Parque Municipal Chácara Silvestre

Quem gosta de fazer piquenique aos finais de semana pode cogitar o Parque Municipal Chácara Silvestre, localizado no bairro Nova Petrópolis. Com aproximadamente 85 mil m², o parque oferece diversas atrações aos moradores e visitantes, com destaque para o Centro de Referência das Culturas Populares Tradicionais de São Bernardo do Campo (CRCPT).

Construções históricas estão presentes no local, como o Casarão da Chácara Silvestre, que foi construído na década de 1930 e tombado pelo Conselho do Patrimônio Histórico e Cultural de São Bernardo do Campo, em 1984. Além dele, o  parque abriga um centro dedicado à valorização de congada, folia de reis, capoeira, moçambique e vida indígena.

Outras atrações do parque são:

  • Playgrounds
  • Áreas de convívio
  • Pista de caminhada
  • Arena coberta
  • Áreas de alongamento e ginástica
  • Academia para a terceira idade e pessoas com deficiência

O parque funciona de segunda a domingo das 6h às 18h e o casarão recebe os visitantes entre quarta a domingo, das 10h às 16h. O CRCPT oferece ainda oficinas, workshops, vivências, seminários e palestras, destinados a mestres, artistas, estudiosos e público em geral.

Parque da Juventude Città Di Maróstica

Um dos maiores complexos esportivos do Brasil, o Parque da Juventude foi inaugurado em agosto de 2007, no bairro Baeta Neves, e conta com mais de 22 mil m². Nele se encontram diferentes pistas para a prática de modalidades de esportes radicais, como: skate, patins, BMX e escalada.

Apesar de ser um ponto estratégico para os jovens atletas do street park, o espaço atrai ainda o público em geral, já que também conta com uma pista de 600 metros no seu entorno.

Com o intuito de garantir a segurança dos frequentadores, uma das medidas de controle do parque é o regulamento que prevê o uso de capacete, cotoveleiras, luvas, caneleiras e joelheiras, conforme as características de cada equipamento esportivo.

Outro ponto que vale ressaltar é sobre os praticamente menores de idade. Estes só poderão utilizar os equipamentos esportivos com autorização dos responsáveis e mediante os equipamentos de segurança obrigatórios. Neste caso é necessário fazer uma carteirinha de uso dos equipamentos esportivos.  Os horário de funcionamento são:

  • Parque: Todos os dias das 6h às 22h
  • Equipamentos: Terça a Domingo das 9h às 21h
  • Para confecção das carteirinhas: Terça a Sexta das 9h às 17h / Sábado e Domingo das 9h às 14h / Feriado fechado

Parque Ecológico Imigrantes (PEI)

(Foto: Secretaria Municipal de Turismo e Eventos de São Bernardo do Campo)

Às margens do km 34,5 da Rodovia dos Imigrantes, situado a cerca de 30 minutos de carro do Centro de São Bernardo, está o Parque Ecológico Imigrantes (PEI) em Curucutu. Construído e entregue em 2018, graças aos aportes da Fundação Kunito Miyasaka, em celebração aos 110 anos da imigração japonesa, o PEI utiliza conceitos e técnicas de bioconstrução para reduzir o impacto ambiental, além de incentivar pesquisadores e estudantes no assunto.

Com trilha suspensa, o parque conta com 484 mil m² de área que podem ser contemplados pela vista de passarelas a 45 m de altura. Todas foram fabricadas com aço reciclável e sem a necessidade de soldagem no solo.

Além delas, o parque oferece visitas monitoradas e gratuitas, tanto individuais quanto em grupos, que devem ser previamente agendadas. São pelo menos seis trilhas, sendo algumas delas com pouco ou nenhum desnível, facilitando a acessibilidade.

Ainda neste sentido, a infraestrutura do parque oferece plataformas, rampas de acesso, bondinho em plano inclinado, corrimãos e recursos eletrônicos de áudio, bem como a Trilha Sensorial.

Outros cinco caminhos pela mata oferecem acesso a três lagos artificiais com água captada da chuva e própria para consumo. O lugar oferece ainda atividades para escolas, universidades, centro de estudos e roteiro com infraestrutura inclusiva para a terceira idade. Algumas das atrações vivas do PEI são:

  • Anta
  • Aranhas
  • Borboletas
  • Bugio
  • Cambuci
  • Cateto
  • Flora Medicinal
  • Tucano do Bico Verde

No parque ainda é possível se deparar com um portal para captação de águas pluviais, que é utilizado para abastecer lagos, regar plantas e lavar equipamentos. Além disso, possui uma estação própria de água e esgoto, com produção de energia a partir das fontes solar e eólica. Para o público em geral, as entradas custam  R$ 20. 

Outras informações sobre agendamento de visita em grupo ou escolar no PEI estão disponíveis no próprio site do parque.

More perto de um parque em São Bernardo do Campo

Que tal morar perto de um parque em São Bernardo do Campo, como o Parque Raphael Lazzuri? O QuintoAndar pode te ajudar a encontrar a moradia perfeita! Na nossa plataforma, você consegue filtrar pelos bairros mais próximos às áreas verdes do município, pelo valor do aluguel, quantidade de quartos, entre outros!
São mais de 70 filtros de pesquisa, para você refinar ao máximo e buscar imóveis para alugar que tenham a sua cara na cidade do ABC Paulista.