Melhore o ar de sua casa com 5 dicas de especialistas

Você sabia que a poluição interna pode ser de duas a cinco vezes maior do que a externa?

Melhore o ar de sua casa com 5 dicas de especialistas

A poluição do ar é uma realidade nas grandes cidades do mundo. E você sabia que, de acordo com a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos, ela costuma ser de duas a cinco vezes maior em ambientes fechados do que nos abertos? Mas já que fica mais difícil de evitá-la quando você está na rua, você pode dar um jeito de melhorar a qualidade do ar dentro de sua casa!

“O ar interno contém todo o tipo de poluentes que temos do lado de fora. Além daqueles adicionados dentro de um imóvel. Como os gerados ao se cozinhar e os gases dos produtos de limpeza e materiais de construção”, explicou Matthew Johnson, cientista-chefe da Airlabs, uma empresa especializada em filtragem de ar que atua em diversos países.

Veja as 5 dicas de especialistas ouvidos pela BBC:

1. Melhore a ventilação

De acordo com R. Suresh, do Instituto de Energia e Recursos, na Índia, a falta de ventilação permite que os contaminantes fiquem no ar. Por esse motivo, devemos permitir que o ar fresco entre em casa sempre.

“Abra suas janelas e portas pelo menos duas ou três vezes por dia. A menos que você tenha alergias ou more em locais com temperaturas extremas”, diz Suresh. “Neste caso, você pode manter o interior ventilado com um sistema de ar condicionado filtrado”, completa.

2. Plantas ajudam na qualidade do ar

Tenha plantas em casa. Se você não pode ou não quer investir em filtros de ar caros, encha sua casa de verde por todos os cômodos. Algumas plantas podem ajudar a eliminar toxinas do ar. E, segundo o especialista indiano, são consideradas “uma solução promissora e econômica para a poluição interna”.

Qualidade do ar interna

O artigo da BBC cita como plantas boas de se ter em áreas internas a jiboia, bambus, samambaias e palmeiras.

Suresh, no entanto, faz uma ressalva: “pra que as plantas internas atuem como purificadores de ar naturais, é necessário mantê-las saudáveis. Caso contrário, elas podem acabar liberando contaminantes biológicos no ar”.

3. Elimine odores ecologicamente

Evite usar fragrâncias artificiais. Elas não melhoram a qualidade do ar. Ao contrário: liberam os chamados Compostos Orgânicos Voláteis (COVs), que podem ter reações com o ar, tornando-se prejudiciais à saúde. O que fazer neste caso? Use produtos de limpeza sem fragrância. E não use aerossóis, incluindo desodorantes, limpadores de carpete e aromatizantes.

Pra deixar a cozinha com um cheiro refrescante de limpeza, R. Suresh recomenda partir limões ao meio e colocar bicarbonato neles.

4. Fumar dentro de casa: nem pensar

O simples ato de fumar já oferece riscos à saúde. E quando feito em lugares fechados, há um forte impacto na qualidade do ar, especialmente em áreas pouco ventiladas. Por isso, se você fuma, evite. E ao receber na sua casa pessoas que fumam, peça, gentilmente, que elas acendam seus cigarros em alguma área externa. Se seu apartamento não tiver, que pelo menos estejam próximos de uma janela.

5. Remova os agentes que causam alergia

Partículas de pólen e ácaros não são exatamente amigos da nossa saúde. Especialmente pra pessoas que sofrem de asma, rinite ou alergias. Além disso, o excesso de umidade estimula a formação de mofo no ar, o que também é prejudicial. Por isso, os especialistas ouvidos pela BBC recomendam:

  • Lave com frequência suas roupas de cama;
  • Use desumidificadores;
  • Se você tiver carpete e tapetes, limpe-os, de preferência, com aspiradores de baixa emissão;
  • Seque suas roupas perto de uma janela aberta;
  • Coloque um tapete na porta, pra evitar que contaminantes entrem.

E você, o que faz pra melhorar o ar dentro da sua casa?

Fique por dentro! Receba nossa newsletter com conteúdos inspiradores toda semana
account_circle
mail_outline