Varanda com plantas: dicas de decoração pro “quintal” do apartamento

A Botânica e Tal traz ideias incríveis pra quem quer um pouco mais de verde no apê

Varanda com plantas: dicas de decoração pro “quintal” do apartamento

Você já parou pra pensar que a varanda de um apartamento é o equivalente ao quintal de uma casa? E nada melhor do que uma bela coleção de plantas pra tornar esse ambiente mais agradável! E é justamente sobre varanda com plantas a primeira dica de mais uma parceria de conteúdo do QuintoAndar e do MeuLugar pra você. Trazida pelos sócios Vanessa Guerreiro e Marcello Bozzini, da Botânica e Tal.

“O que faz muita diferença na varanda, realmente, é a luz. E por mais que você não tenha um sol batendo direto, é um ambiente muito fácil de ter qualquer tipo de planta”, diz Vanessa.

Espécies ideais pra uma varanda com plantas

Há uma infinidade de espécies que você pode escolher pra uma varanda com plantas. Como o espaçoso Philodendron undulatum, por exemplo. Ou a Comigo-ninguém-pode (foto). Se você tem um cantinho que bate sol, e principalmente o sol da tarde, que é mais quente, pode até abrigar uma hortinha de ervas.

Varanda com plantas - Botânica e Tal

Tanto a Philodendron undulatum como a Comigo-ninguém-pode gostam de meia sombra (que significa um ambiente iluminado, porém sem sol direto). E precisam de rega moderada (2 vezes por semana). Lembrando que a Comigo-ninguém-pode é altamente tóxica. Portanto, se você tem animais, certifique-se de que eles não irão mastigá-la

“O que eu gosto muito da varanda, e não sei se é um sentimento de todo paulistano, mas é o meu, é que ela substituiu o quintal das casas, que é algo que a gente quase não tem mais, pois quase todo mundo mora em apartamento. Antigamente, a gente tinha mais essa experiência de lazer nos quintais. Então é sempre legal deixar a varanda o mais verde possível, para ter mais conforto”, completa Vanessa.

Botânica e Tal: do jornalismo às plantas

Vanessa é jornalista e trabalhou a vida toda na área em que se formou. Até que, no final de 2016, cansou da profissão e resolveu pedir demissão.

“Fiquei dois ou três meses sem saber o que fazer. E decidi trabalhar com plantas, algo que eu sempre gostei, desde pequena. Comecei a trabalhar da minha casa, mesmo. Vendia em algumas feiras e também pelo Instagram”, conta.

Primeira loja física

Em meados de 2018, a Botânica e Tal de Vanessa foi convidada pra fazer o projeto paisagístico do Modernista Coffee Stories, um café temático, instalado no térreo do prédio de Oswaldo Bratke, próximo ao centro de São Paulo. Inaugurada em outubro daquele mesmo ano, a casa nasceu com o intuito de homenagear expoentes do modernismo.

“Com esse projeto, acabei tendo a oportunidade de abrir minha primeira loja física”, diz a ex-jornalista.

Novo sócio

Para abrir a loja no Coffee Stories, Vanessa, que antes vendia quase que exclusivamente pelas redes sociais, sentiu a necessidade de buscar um sócio. E foi nesse momento que entrou em cena o cineasta Marcello Bozzini, que passou a tocar o negócio junto com ela.

Responsáveis pela curadoria botânica do estabelecimento, Vanessa e Marcello também vendem suas plantas no local. Com uso de materiais naturais, as espécies vendidas – ideais pra interiores, como apartamentos, casas e escritórios – se completam com vasos e acessórios feitos de maneira artesanal e exclusiva em cerâmica, madeira, ferro ou vidro.

Além disso, a empresa também faz projetos de botânica e jardinagem sob encomenda.

Fique ligado, pois Vanessa e Marcello trarão muito mais dicas, pelas próximas semanas, pra quem deseja fazer belas decorações com plantas em casa.

Fique por dentro! Receba nossa newsletter com conteúdos inspiradores toda semana
account_circle
mail_outline