Se você quer saber o que fazer no Rio de Janeiro gastando pouco, uma boa dica é visitar a Praça XV. O local reúne meios de transporte público, tem excelentes opções de cultura e lazer, e ainda é um importante lugar histórico.

Inclusive, o local tem relação com a Independência do Brasil. Por isso, a área cresceu e se desenvolveu, mas ainda continua com traços históricos que valem a pena conhecer.

Atualmente, a região é frequentada por moradores e turistas, que gostam de cultura, boa gastronomia, música e muita alegria. Tudo isso justifica por que é interessante conhecer a Praça XV no Rio de Janeiro.

Confira o que você vai ler por aqui:

Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar
Todo mundo encontra seu lar no QuintoAndar Conheça aqui

História e origem da Praça XV de Novembro

A história e origem da Praça XV de Novembro começa ainda no período colonial do Brasil. Esse era o local de chegada principal dos navios até 1811, tanto de europeus quanto de africanos escravizados.

Situada na área central da cidade, a Praça XV no Rio de Janeiro está às margens da Baía de Guanabara. Também fica ao lado da Rua Primeiro de Março, também conhecida como Rua Direita.

Por existir há muito tempo, o local já teve vários nomes. Alguns deles foram:

  • Largo do Terreiro da Polé;
  • Largo do Carmo;
  • Praça do Carmo;
  • Terreiro do Paço;
  • Largo do Paço.

Leia também: Já pensou em morar no Rio de Janeiro? Conheça os diferentes estilos de vida na Cidade Maravilhosa

Por que a Praça 15 foi construída?

A Praça 15 foi construída nos primeiros locais de ocupação da cidade do Rio de Janeiro, mais especificamente na área chamada Praia da Piaçaba. O objetivo foi ser um ponto de embarque dos navios em um local estratégico da então capital do Brasil.

Aos poucos, outras construções foram erguidas no entorno, como o Palácio dos Governadores e a Casa da Moeda. Além disso, a área serviu para as instalações do Paço Real e, posteriormente, do Paço Imperial.

O que aconteceu na Praça XV?

Paço Imperial, prédio histórico da Praça XV.
Paço Imperial. Foto: Donatas Dabravolskas, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons.

Na Praça XV no Rio de Janeiro aconteceram a chegada da família real e o Dia do Fico. O primeiro caso foi em 8 de março de 1808, quando Dom João VI e os outros membros desembarcaram na área.

Assim, a família real passou a morar no Paço Imperial, que fica justamente na Praça XV. A edificação, atualmente, conta com a Biblioteca Paulo Santos, com vários documentos históricos, especialmente de arquitetura e urbanismo.

Por sua vez, o Dia do Fico aconteceu já com Dom Pedro I. Em janeiro de 1822, ele falou a célebre frase: “Digam ao povo que fico”, determinando que não retornaria a Portugal nem faria o Brasil voltar a ser uma colônia.

A partir disso, a distância entre Brasil e Portugal foi aumentando até a ruptura em 7 de setembro de 1822, na Independência.

Leia também: Descubra as maravilhas do parque Quinta da Boa Vista, no coração do Rio de Janeiro 

Quais processos históricos brasileiros têm relação com a história da Praça 15 de Novembro?

Os processos históricos brasileiros que têm relação com a história da Praça 15 de Novembro são:

  • Chegada da família real de Portugal ao Brasil;
  • Dia do Fico;
  • Independência do Brasil;
  • Assinatura da abolição da escravatura, a chamada Lei Áurea, em 1888.

Qual a praça mais antiga do Rio de Janeiro?

A praça mais antiga do Rio de Janeiro é a Praça XV, no centro. Ela existe há aproximadamente 400 anos, tendo sido lugar de desembarque dos navios.

Qual a importância da Praça XV para o Rio de Janeiro?

A importância da Praça XV para o Rio de Janeiro é a parte histórica. Ela foi palco de vários acontecimentos por ter abrigado a família real em seu Paço Imperial. Além disso, na época colonial, era o principal local de entrada dos navios europeus e africanos, que traziam homens escravizados.

O atual Paço Imperial também foi o local do Palácio dos Governadores e a Casa da Moeda. Inclusive, essa foi a primeira construção a usar vidros nas janelas. A área também tem outras construções que são relevantes para a história, como:

  • Chafariz do Mestre Valentim: é de 1789 e é uma obra de um dos maiores artistas e urbanistas dessa época. Foi uma tentativa de melhorar o abastecimento de água da região;
  • Arco do Telles: foi a residência de uma família importante do período colonial. Hoje, é uma passagem bem preservada, com várias atrações, como restaurantes, cafés e bares;
  • Convento do Carmo: é a construção mais antiga e serviu como residência da Rainha Maria I, de Portugal (a famosa Maria Louca). Era um edifício utilizado como instituição de ensino e, hoje, é ocupado por um órgão público.

Atualmente, a importância da Praça XV é ser uma área com vários bares, restaurantes, museus e prédios históricos. Além disso, é um local com acesso a vários meios de transporte. Por isso, é uma região com muito para ver o que fazer no Rio de Janeiro.

Leia também: Conheça os 14 principais teatros do Rio de Janeiro, além de conferir informações sobre datas, funcionamento e redondezas

Opções de lazer e entretenimento na Praça XV do Rio de Janeiro

A Praça XV no Rio de Janeiro é histórica, mas também serve como ponto de encontro para moradores. Com projetos de revitalização do centro da cidade, há muitos lugares para aproveitar a Cidade Maravilhosa.

Confira algumas opções de restaurantes e bares para você curtir no Rio de Janeiro.

Restaurantes

  • Rio Minho: é o mais antigo da cidade, mas funciona somente durante a semana. Fundado em 1884, é especializado em frutos do mar.
  • Sobrado da Cidade: é conhecido pela melhor feijoada do RJ, mas também tem um Café Imperial, com louças que remontam à época. O local funciona em um casarão de 1800 e oferece uma experiência gastronômica única.
  • Cais do Oriente: em um casarão de 1878, tem uma área aberta confortável e linda. A comida também é saborosa, tendo sido indicada ao Guia Michelin 2015.
  • Porto Carioca: é mais simples, mas tem uma comida deliciosa. Oferece pratos brasileiros, carnes e buffet de saladas. As mesas são ao ar livre.

Bares

  • Capitu: bem ao estilo antigo, é uma espécie de botequim que transmite jogos, tem rodas de samba e até festas temáticas. Um dos petiscos mais conhecidos é o bolinho de costela.
  • Bar Sampaio: conhecido por muitos como Casual (antigo nome), é conhecido pelo churrasco com linguiça toscana, feijoada e cerveja gelada.
  • Bar do Gengibre: é um local com comida brasileira de qualidade e preço moderado. Um destaque é o bife à parmegiana, além do cardápio de cervejas.
  • Toca do Baiacu: tem almoço, mas também trabalha com porções, cervejas e drinques no happy hour. Oferece mesas na rua e tem um clima acolhedor.
  • Parada Ouvidor: é conhecido pelo bolinho de aipim com carne seca e tem vários outros pratos saborosos.

Leia também: Veja o custo de vida no Rio de Janeiro e saiba se morar com qualidade na Cidade maravilhosa cabe no seu bolso

Atividades culturais na Praça XV do Rio de Janeiro

A Praça XV no Rio de Janeiro também tem várias atividades culturais. Mais do que os prédios históricos, há museus, feiras e exposições. Por isso, vale a pena conhecer e visitar.

Museus

  • Museu Histórico Nacional: está localizado no entorno da Praça XV e tem um acervo com mais de 200 mil peças. Também promove atividades, palestras, seminários e cursos. A entrada custa R$ 10.
  • Museu Naval: tem um acervo com obras de arte, modelos navais, figuras de proa, canhões resgatados, documentos históricos e medalhas. Ainda oferece peças de teatro e atividades de arte-educação.
  • Museu da Justiça: fomenta diversas exposições e programação cultural. Tem como foco a preservação de documentos históricos do poder judiciário.

Leia também: Conheça quais os principais museus no Rio de Janeiro e more próximo do centro da cultura carioca

Feiras

No local, é realizada a Feira de Antiguidades. Esse é o lugar ideal para quem deseja encontrar relíquias. Há cerca de 700 expositores e a entrada é gratuita.

Os produtos têm preços variados e a feira acontece desde 1970. Uma vantagem é ser organizada pelo Instituto das Feiras Culturais do Brasil. Assim, as barracas são padronizadas, há segurança etc.

Alguns exemplos de relíquias encontradas foram o enterro do escritor João do Rio e cartas assinadas pela Princesa Isabel, Dom Pedro II e Imperatriz Teresa Cristina. 

Exposições

  • Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB): fica perto da Praça XV e tem exposições permanentes e temporárias, além de apresentações de teatro, exibições de cinema e mais. Os eventos são gratuitos ou têm preços acessíveis.
  • Centro Cultural Correios: localizado em um edifício de 1922, tem exposições temporárias, uma praça com espelho d’água e concha acústica, além de mostras.
  • Espaço Cultural da Marinha: tem parte do acervo da Marinha do Brasil em uma área de 1,1 mil m².
  • Paço Imperial: tem várias exposições e programação de artes cênicas e visuais, seminários, música e mais. Ainda tem a Biblioteca Paulo Santos, com o acervo desse arquiteto e historiador.

Leia também: Descubra a diversidade histórica, cultural e gastronômica das feiras no Rio de Janeiro

Como chegar na Praça XV RJ?

A Praça XV no Rio de Janeiro é um local que concentra diferentes meios de transporte. Por isso, você pode chegar e sair da região da seguinte forma:

  • VLT: a linha 2 sai da Praça XV e vai até a Praia Formosa. Passa pela Praça Tiradentes, Central do Brasil e Rodoviária Novo Rio. O percurso completo funciona das 6h às 20h. Das 20h à meia-noite, funciona entre a Central do Brasil e a Praça XV.
  • Ônibus: as linhas 100 – TRO1, 2111, 2335, 2345, 249 e 309 passam pela praça na área central.
  • Metrô: as linhas 1, 4 e 2 passam perto dessa área.
  • Trem: você pode pegar os ramais Belford Roxo, Japeri e Saracuruna.
  • Barcas: a estação na Praça XV é histórica, tendo sido construída entre 1904 e 1912. Oferece linhas que vão para a Praça Arariboia, Charitas, Ilha de Paquetá e Cocotá.

Como fica claro, é fácil chegar à Praça XV. Inclusive, ela é um ponto de integração para muitos outros lugares.

Quer morar perto da Praça XV no Rio de Janeiro?

Com todas essas informações, que tal morar perto da Praça XV? No QuintoAndar, você encontra várias opções de imóveis em todo o Rio de Janeiro, inclusive na região central.

Veja abaixo algumas opções de imóveis disponíveis para alugar no centro do Rio ou clique aqui para ver os disponíveis para compra e navegar pelo mapa interativo da cidade.

O QuintoAndar disponibiliza a caixa de comentários abaixo para os leitores trocarem informações, mas não se responsabiliza pelo conteúdo publicado por eles. Comentários inapropriados serão removidos.