Quando o assunto é morar na Região Sul do Brasil, Florianópolis sempre costuma despontar entre as alternativas mais buscadas. Por ser uma típica ilha paradisíaca, a Capital Catarinense é o sonho de consumo de muita gente. Mas ninguém vive só de ver as belezas naturais de sua vizinhança. Por isso, preparamos um artigo especial sobre o custo de vida em Florianópolis, para você saber se a cidade cabe no seu bolso.

Navegue pelo conteúdo:

Saiba um pouco mais sobre Florianópolis

Existem diversas razões pelas quais Floripa, como é carinhosamente conhecida, permeia os desejos de quem planeja morar próximo à praia. Além da presença da natureza, é possível conviver com alguns dos melhores índices de qualidade de vida no município, o que reforça mais a fama de região com maior longevidade no Brasil.

Considerada a segunda cidade mais inteligente do país, de acordo com o ranking Connected Smart Cities 2021, Florianópolis se destaca em mobilidade, economia e educação. O estudo avaliou indicadores dos principais setores nas cidades brasileiras.

Outra análise de dados, desta vez elaborada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), também reflete o potencial de Floripa. Com IDH de 0,847 a metrópole é considerada a terceira melhor cidade em desenvolvimento humano do país.

No quesito Produto Interno Bruto (PIB), Florianópolis (que registrou R$ 21 bilhões em 2018) se destaca junto a outros municípios de Santa Catarina por conta do grande dinamismo econômico estadual. Desta forma, setores como de tecnologia, turismo, serviços e construção civil influenciam mais a economia na Região da Grande Florianópolis.

Custo de vida em Florianópolis

Apesar de a Capital Catarinense proporcionar uma das melhores condições de vida, a região registra a segunda cesta básica mais cara entre as capitais do Brasil. Ou seja, morar em Florianópolis significa ter um custo de vida um pouco mais alto do que nas demais cidades do país.

Parte da variação nos preços se dá por conta de fatores como, por exemplo, a quantidade de turistas na região. Entretanto, mesmo com os desafios de qualquer metrópole brasileira, o município registra uma das maiores médias de renda salarial de trabalhadores formais, que pode chegar até 4,5 salários mínimos.

Além disso, Florianópolis tem uma taxa de 65,8% de ocupação formal da sua população em crescimento, que já supera os 500 mil habitantes. O município também tem um grande número de moradores que são funcionários públicos: um em cada três trabalhadores de Floripa são servidores.

Quer se mudar para um lugar incrível? Procure seu novo lar na maior imobiliária digital do país e alugue sem fiador Pesquisar imóvel

Morar em Florianópolis

Um pouco de tudo e para todos os gostos. Morar em Florianópolis é ideal para quem deseja um lugar com variados estilos de vida, seja para estar em um ambiente calmo de paisagem natural ou em badalações como uma metrópole.

Mas se você, além de se identificar com um destes perfis, é profissional do setor de tecnologia e inovação, saiba que a Ilha da Magia poderá te surpreender mais. Isso porque Florianópolis é também um grande polo de tecnologia em amplo desenvolvimento, e que está entre os municípios brasileiros com maior número de startups.

Listamos abaixo algumas informações que destacam ainda mais Floripa:

  • Fácil acesso a praias, hospitais, postos de saúde, farmácias, etc;
  • Boas ofertas de empregos;
  • Variedade em instituições de ensino, incluindo as referências Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC).

Aluguel e utilidades

As possibilidades de encontrar uma moradia de qualidade em Florianópolis são muito boas. Mas justamente pela mobilidade urbana ser um dos grandes desafios da metrópole, situada em uma ilha, pode ser válido considerar a proximidade entre a casa e o trabalho. Ou a possibilidade da adoção definitiva do home office, tão popularizado durante a pandemia de Covid-19, para evitar o fluxo dos transportes nas pontes que conectam as áreas continente-ilha.

De qualquer forma, os aspectos geográficos podem mesclar diferentes valores de aluguéis. Por exemplo, na parte que vai desde Beira Mar Continental até o Centro da Grande Florianópolis, áreas estruturadas com todos os tipos de serviços, os aluguéis podem custar entre R$ 1 mil a R$ 9 mil.

Como em qualquer lugar, o valor depende do imóvel e da proximidade com regiões específicas. No caso da Região Central de Florianópolis, o aluguel de kitnet ou studio pode ser quase 44% mais em conta do que em relação à mesma área nobre em São Paulo, por exemplo, de acordo com o portal colaborativo Custo de Vida.

A menos que você opte pelo mesmo tipo de imóvel em uma área mais simples ou que seja ainda mais em conta financeiramente. Neste caso, em São Paulo, o aluguel de kitnet ou studio pode chegar a compensar quase 70% do valor em Floripa.

Alimentação em Florianópolis

Para se ter uma ideia, o conjunto dos produtos da cesta básica custa atualmente R$ 659 em Florianópolis, sendo uma das mais caras do Brasil, como já dissemos. 

Refeições fora de casa também podem variar para o bolso de cada consumidor. Em setembro de 2021, Florianópolis registrou um aumento desse consumo, o que impulsionou uma alta em relação ao quesito alimentação das famílias da Capital Catarinense, segundo o Índice de Preços ao Consumidor. De qualquer forma, uma refeição em um restaurante caro em Floripa (R$ 79,11) pode sair praticamente pelo mesmo valor de São Paulo (R$ 78,26).

X.

Transportes em Florianópolis

O mesmo relatório de Custo de Vida referente ao mês de setembro de 2021 constatou que os produtos e serviços ligados aos transportes é o segundo maior gasto no orçamento das famílias de Florianópolis. O aumento foi puxado principalmente pelas tarifas de transporte público (2,09%) e combustíveis para automóveis (1,70%). Em 2021, os valores das tarifas passaram a custar:

  • Cartão urbano: R$ 4,38
  • Cartão social: R$ 2,56
  • Cartão social especial: R$ 2,56
  • Dinheiro (urbano): R$ 4,50
  • Dinheiro (tarifa social): R$ 3,25
  • Estudantes (tarifa urbana): R$ 2,19
  • Estudantes (tarifa social): R$ 1,28
  • Linha curta (transporte diferenciado ou executivo): R$ 8,00
  • Linha longa (transporte diferenciado ou executivo): R$ 11,00

Entretenimento, cultura e lazer

Em Florianópolis, os custos com atividades de esporte, lazer e cultura podem pesar mais no bolso do que em São Paulo, por exemplo. A mensalidade de uma academia na Ilha da Magia chega a custar 82% a mais na comparação entre as capitais, também segundo o portal Custo de Vida. E se o show for nacional, um ingresso para o espetáculo em Floripa tem chances de custar o equivalente a duas entradas em São Paulo.

Educação

Para se ter uma ideia dos custos com ensino em Florianópolis, vamos comparar desta vez as despesas com as instituições cariocas. No Rio de Janeiro, a mensalidade de um curso de graduação, como Administração, pode ser considerada 44% mais cara do que em Floripa. Já na educação infantil, a mensalidade de uma pré-escola carioca pode ser quase 90% mais em conta.

Saúde

Florianópolis conta com diversos hospitais e postos de atendimento, tanto públicos quanto particulares, para inúmeras especialidades, veja alguns:

  • Baia Sul Medical Center
  • Hospital de Caridade (HC)
  • Hospital Celso Ramos
  • Hospital Florianópolis (HF)
  • Hospital de Guarnição de Florianópolis (HGF)
  • Hospital Infantil Joana de Gusmão (HI)
  • Ilha Hospital e Maternidade
  • Hospital da Polícia Militar Comandante Lara Ribas (HPM)
  • Hospital Universitário (HU)

Florianópolis com o QuintoAndar

Se você está pensando em morar em Floripa, o QuintoAndar pode te ajudar. Por meio do nosso site ou app, é possível buscar imóveis para alugar da forma mais otimizada possível na Capital Catarinense, fazendo uso dos mais de 60 filtros de pesquisa disponíveis em nossa plataforma. 

Desde a busca de imóvel até a finalização do contrato, o QuintoAndar garante os melhores serviços de locação para você, sem fiador de aluguel ou depósito-caução. 

Além de Floripa, o QuintoAndar conecta proprietários a locadores ou compradores de imóveis de mais de 40 cidades de 14 estados diferentes, nas cinco regiões do país. Aproveite para começar já a procurar o seu imóvel dos sonhos na Ilha da Magia!